M de Marketing – A Importância da Marca

Vocês desse lado vão acompanhando um pouco do frenesim que é a minha vida. Mesmo de férias, não tenho descanso porque estou atolada em trabalhos, deadlines e outras loucuras. E não preciso que me coloquem pressão porque eu consigo faze-lo sozinha. Nesses dias deixem-me ficar no meu canto, o meu mau feitio salta que nem pipocas dentro da panela e só acalma quando consigo cumprir prazos. Felizmente acabo sempre por nunca falhar!
Vocês desse lado também vão acompanhando um pouco o mestrado que comecei recentemente. O blog sofre a influencia desta minha decisão nos textos que vou partilhando e se por um lado é mais um motivo de pressão e stress, pelo outro tem sido muito gratificante rever conceitos que tendemos a esquecer no dia a dia.
Vocês desse lado sabem que o Teresa Vai de Férias é um projeto de marketing pessoal desenvolvido exclusivamente online e sem qualquer investimento. Um conceito que desenhei e fui desenvolvendo para aplicar conhecimentos da faculdade e que a certa altura ganhou asas e começou a voar, provando que afinal o que nos ensinam é mesmo verdade e tem aplicação prática.
O que vocês desse lado não sabem é que eu também falho, neste caso falhei um seminário sobre o qual tenho de fazer elaborar um texto construtivo/critico. Quando falhamos temos de ser rápidos a encontrar uma solução. Pedi de prenda de Natal o livro e desatei a lê-lo que nem uma louca para conseguir terminar a tempo de elaborar e entregar o trabalho e a tempo de realizar as frequências do semestre.  
Se estudam marketing ou se gostam do tema recomendo a leitura deste livro, “O Marketing Em Portugal Dos Anos 60 ao Futuro” de Carlos Manuel de Oliveira. De leitura fácil, encontramos lá dentro tudo o que precisamos saber sobre este assunto. Escrito de forma muito direta, para além de nos explicar o presente, faz o enquadramento com o passado e oferece-nos um vislumbre do futuro.
Mas o que me prendeu hoje a atenção foi a importância da marca para a estruturação de um negócio porque esta é uma questão que me apaixona bastante. O desafio atual é que “o valor percebido pelos consumidores, passa por aspetos, alguns tangíveis outros intangíveis, no qual se situa a problemática da marca”, para além disso as marcas devem ter em conta que não basta fazer bem, é preciso fazer diferente.
Para uma marca se manter forte e competitiva tem de conseguir conquistar a mente do consumidor o que é mais fácil de dizer do que de fazer, é que a marca é um dos principais ativos que têm as empresas vencedoras e disto nunca nos podemos esquecer.
Para além da importância de valorizar o contributo do marketing em qualquer organização e independentemente da sua dimensão, é preciso ter em conta que a marca é sem duvida o ativo mais importante da empresa e deve ser sempre respeitada. Neste livro apresenta-se a importância da marca como um “5º poder”, logo depois do 4º poder do seculo XX, os media.
E o processo de gestão da marca passa pelo seu lançamento, desenvolvimento, extensão e revitalização sendo fundamental que se invista na ”diferenciação subjetiva e percecional da marca”.
Uma das conclusões apresentadas neste livro sobre a importância da marca quase que se pode transcrever para quem dedica o seu tempo a escrever para os outros “ a marca tem de manter, junto dos seus fãs – à semelhança dos seres humanos – a chama da paixão, dos seus valores, da sua personalidade”.
Marketing e emoções estão cada vez mais intimamente ligados, para chegar ao consumidor é preciso conhece-lo e apresentar-lhe os produtos que ele anseia encontrar, quando se conquista um cliente, criam-se laços emocionais e valoriza-se a perceção da marca. Vêm como está tudo interligado e como as empresas e também os blogers têm grandes desafios diários para conquistar?
 

Comentários