Quem já Ouviu Falar no Futuroscope?

Tenho mesmo curiosidade porque acredito que muitos portugueses nunca tenham ouvido falar e contudo é um excelente argumento para vos levar numa viagem a França.
De acordo com as estatísticas, dos portugueses que visitam o parque, 26% viajam em família e os restantes 74% em grupo, na sua maior parte integrados em escolas. As nossas atrações preferidas são “A Extraordinária Viagem”, que foi a grande novidade de 2017 e é a preferida de todos os viajantes, tendo também sido premiada como a melhor atração europeia; “Artur, a Aventura D”, que foi eleita a melhor atração do mundo pela TEA em 2012 e “A Máquina de Viajar No Tempo”, eleita melhor atração do mundo pela TEA em 2014.
O Futuroscope nasceu em 1987, celebrando este ano o seu 31º aniversário. Foi construído numa zona muito rural de França sendo que fica a cerca de 1h15 de Paris (de TGV), a cerca de 184 kms de Nantes e a cerca de 1h05 de Bordéus (também de TGV).  Para nós, que viajamos à saída de Portugal, temos a vantagem de ter uma oferta muito variada de companhias aéreas a operar para estas cidades francesas. Com o tempo  foi crescendo e hoje são precisos 2 dias para visitar e descobrir este parque onde a tecnologia e a imagem se reúnem criando um espetáculo que atrai todos os públicos e onde, apesar de não existirem montanhas russas, existe diversão e descoberta, novas sensações e muita tecnologia.   
A dar suporte a esta estrutura existem 10 hotéis de 1 a 4 estrelas a cerca de 10m a pé da entrada do parque, 7 restaurantes para todos os bolsos, 9 pontos de restauração e 1 aerobar excelente para viajantes aventureiros.
O Futuroscope é o segundo parque de atração em França, com mais de 50 milhões de visitantes desde a sua abertura e fica situado em Poitiers na região Nouvelle Aquitaine. É composto por 60 hectares onde se distribuem 25 experiencias muito relacionadas com a tecnologia.


Este é um parque que aposta forte na sua constante renovação. As novidades deste ano incluem “Tomas Pesquet, Um Olhar Pelo Universo”, onde o astronauta mais jovem da Agencia Espacial Europeia, chega à estação espacial internacional para uma missão e deixa-nos um diário cheio de imagens e sentimentos sobre a beleza e a fragilidade do planeta, assim como sobre o lugar dos homens no universo.
A outra novidade de 2018 é “Drone Academy”, onde uma mistura de humor e tecnologia coloca 15 alunos drones, muito distintos, em frente ao professor e coreógrafo.    
Em Abril será a vez de se descobrir “Sebastien Loeb, Racing Experience. O Futuroscope desenvolveu em colaboração com as equipas de Sebastien Loeb Racing e Fraymedia, uma experiencia de imersão ultrarrealista com tecnologia VR-SD, em que se assume o papel de copiloto. Sentado numa cadeira de realidade virtual coloca-se o capacete e entra-se num mundo de efeitos que envolvem todos os sentidos como o som, o odor, sensações de movimento e muito mais.
A encerrar as novidades para este ano, “O Río Em Obras”. Durante a construção de Micrópolis foi descoberto uma zona arqueológica, onde é possível manobrar máquinas de construção e desenterrar fósseis de dinossauro.
Com cerca de 2 milhões de visitantes em 2017 e uma faturação de 107M€ o parque tem entradas gratuitas para crianças com menos de 5 anos. Para ajudar a planear a sua visita recomenda-se a instalação da APP que é ainda uma excelente ajuda para evitar as filas. Por aqui há muitas zonas verdes, excelentes para pic-nic em família uma vez que é permitido entrar com comida no parque.
Se for esta a sua escolha para as férias desse ano aproveite para conhecer a França um pouco melhor, se vem do Norte é obrigatória a paragem em Nantes e se vier do sul não deixe de descobrir Bordéus, vai ver que vale mesmo a pena.

Mensagens populares