Cheia de coisas para fazer…A pensar no tempo livre


É só amanhã, que Sex, Sharks & Rock N'Roll da Bang Produções, uma Stand-Up Comedy cheia de boa disposição, pode ser vista às 21H45, no Café-Teatro da Malaposta. Os bilhetes custam 7,50€.
Depois dos livros, surge o espetáculo. Trata-se de uma Comédia intensamente estranha. Um espetáculo diferente de todos os que já viu, ouviu e sentiu!
Uma história de vida passada entre tubarões nas Bahamas, meninas com lingerie sedutora, festas kinky, sessões alucinadas de bateria e mais duas ou três coisas que não revelamos...
João Correia tem 43 anos, é Biólogo marinho, captura e transporta tubarões para o mundo inteiro, desde 1998 que tem uma Sex-Shop e deu uns toques com bandas de rock. Se tudo isto não chega, acrescente comédia e verá que é uma noite que não vai esquecer.
 
O Guardião do Mundo Encantado, da Trupilariante Companhia de Teatro Circo, estreia hoje na Sala Experimental do Teatro Malaposta em Odivelas e pode ser visto até ao dia 29 deste mês, aos sábados às 16h00 e domingos às 11h00 com um preço único de 6€.
Chegou a noite mais longa do ano, a única em que podemos atravessar o portal mágico. Nesta viagem fantástica vamos conhecer um menino muito especial que espera durante todo o ano por esta noite mágica em que pode atravessar o portal e reencontrar os seus amigos brinquedos, para com eles viver emocionantes aventuras.
Brincam, riem e combatem a terrível Iade, a temível Rainha, dona de uma grande maldade, que se solta das suas amarras e ameaça apanhar todos os brinquedos que vivem no Mundo Encantado… Para deter a Rainha, o menino e os seus amigos brinquedos enchem-se de coragem e partem em busca do feitiço supremo! O feitiço mais poderoso de todos os universos… Para, assim, conseguirem aprisionar a terrível Iade e poderem voltar a ser livres, felizes e brincalhões sem a terrível Rainha atrás deles!
Um espetáculo de Teatro Circo onde encontramos a magia da fantasia e do circo, numa grande aventura que fala sobre amizade, coragem e determinação, para seguiremos em frente contra todas as adversidades e obstáculos.
 
Até 15 de maio, no Auditorio da Malaposta, vai estar em cena a peça Sedutor, a partir de Play It Again Sam, de Woody Allen. Quem estiver interessado pode assistir ao teatro, sextas e sábados 21h30 com o preço único de 7.5€.
Allan, um crítico de cinema que consome filmes ansiosamente e idolatra Casablanca, é abandonado por Nancy, que quer a separação por não aguentar mais a sua insegurança emocional. Incapaz de lidar com este momento conturbado da sua vida, Allan busca consolo nos filmes que ama enquanto imagina Humphrey a dar-lhe conselhos de como Allan deve lidar com as mulheres, sendo que estes conselhos são desprovidos de qualquer subtileza.
Paralelamente, um casal de amigos, Dick e Linda, tentam ajudar Allan arranjando-lhe encontros com outras mulheres, mas todos fracassam em virtude da insegurança e nervosismo de Allan. Finalmente Allan percebe que tem passado mais tempo com Linda do que com qualquer outra mulher e sente-se atraído por ela…
 
Continuando com o teatro e na Malaposta, Junto ao Poço de Jaime Salazar Sampaio, pode ser visto no dia 13 de maio às 21h30. Os bilhetes custam 3,50€ | 5€ (Na compra de um bilhete para a peça "Junto ao Poço" e de um bilhete para a peça "Agora, Olha", do GTAAR).
Um homem, (ou serão dois), um poço, um dia. Vemos o nascer do sol, um homem acorda e fala para um poço.
 O dia continua, e a conversa também. Fala-se dos porquês, dos acontecimentos, enfim, da vida que cada um teve ou não chegou a ter.
A noite surge de mansinho como não querendo estragar a conversa, mas o descanso é preciso, outro dia virá.
 
Finalmente a peça Agora, Olha! De Jaime Salazar Sampaio, sobe a cena no dia 14 de maio às 21h45, no Café-Teatro da Malaposta. Os bilhetes custam 3,50€ | 5 (Na compra de um bilhete para a peça "Junto ao Poço" e de um bilhete para a peça "Agora, Olha", do GTAAR).
Esta peça está integrada no ciclo de teatro, dedicado a Jaime Salazar Sampaio, que o GTAAR tem vindo a apresentar, desde março. Nele se incluem as peças: O Bolo, Os Outros, O Pescador à Linha, O Poço e a presente peça.
«Desloca-se uma pedra, um amendoim e o caos instala-se…é o fim…o f…o fim dos fins… está tudo no livro, no coiso… no regulamento»
Duas pessoas, de qualquer tempo, montam guarda, onde nada acontece. Para que nada aconteça, ou que tudo fique na mesma, como sempre, como agora… para garantir o pão nosso de cada dia.
«Este ato único (…) que afinal fala em irrisórios diálogos, do medo larvar, de formas primárias de autoridade e opressão (…), projeta-se no tempo como sombria caricatura da Humanidade.»

Mensagens populares