Cesária da voz doce vive para sempre

Ao fim de uma semana em Cabo Verde, eis que chega a hora de regressar a casa. No caminho, de mala aviada, o carro enche-se com o calor e o som das mornas, a provocar já aquela saudade….
Mesmo a chegar ao aeroporto começa a ecoar na radio uma canção de Cesária Évora que eu não conhecia…recomenda-se que este texto seja lido a ouvir esta música pois foi escrito no seu embalo.    

“Sodade sodade
Sodade
Dess nha terra Sao Nicolau”
 
Devem ser os versos vindos de Cabo Verde mais conhecidos em Portugal. O sentimento é da Cesária Évora, a rainha que imortalizou as mornas e que levou esta música a todos os cantos do mundo.  

Depois de Cesária, dos olhos suaves, de quem já sentiu muito nesta vida, a música em Cabo Verde mudou para sempre e ficou profundamente ligada a esta voz que nos conduz através dos sentimentos, ao mundo do amor, da saudade, da simplicidade da vida que temos tendência a esquecer, na loucura das nossas vidas agitadas.
E a cantar, Cesária Évora, nos seus passos demorados, pisou alguns dos palcos mais importantes do mundo, levando consigo o amor, a tristeza e a alegria, tudo junto num ritmo que embalava a própria vida.

Cesária Évora nasceu no dia 27 de Agosto de 1941, em Cabo Verde, na cidade de Mindelo. Ao longo da sua carreira editou 24 discos, entre originais, ao vivo e em parceria com outros artistas de vários países. A "embaixadora da morna" viria a falecer no dia 17 de Dezembro de 2011 na cidade que a viu nascer. Ao partir, com 70 anos, deixou sem dúvida o mundo mais pobre.
Em 2012, como forma de homenagear a Diva da Morna, o Aeroporto Internacional de São Vicente foi rebatizado para Aeroporto Internacional Cesária Évora tendo sido colocado na entrada da aerogare uma estátua de três metros de altura da falecida cantora. O monumento é da autoria do artista Domingos Luísa.

Na sua cidade natal, pode-se ver a sua casa, cuidada, a aparentar que a artista saiu por um bocadinho e volta já…para quem ainda tiver dificuldade em acreditar que a Cesária já não anda por cá, a sua campa está cuidadosamente cuidada no cemitério local. Vim embora a pensar em como é importante cuidar dos nossos artistas, preservando com responsabilidade a nossa herança cultural.

Mensagens populares