Ciclo Turismo em França - Bem-vindos a Marselha

( foto: OTCM - Marseille)


Apresento-vos Marselha com uma costa 57 km, uma das mais belas baías do mundo, 300 dias de sol por ano e boa comida. Foi considerada uma das "Top 10 cidades a visitar no mundo" e "Top 10 Praia Cidades para visitar no mundo " pela National Geographic. 

Nos últimos dez anos foram investidos mais de 700 milhões de euros para transformar Marselha num destino turístico de topo. Em 2013, quando foi nomeada a Capital Europeia da Cultura, conseguiu um lugar de destaque a nível internacional.

Atualmente possui uma capacidade hoteleira de 7923 quartos, um porto de cruzeiros que recebe um milhão e meio de passageiros por ano, um aeroporto internacional em expansão, linhas ferroviárias de alta velocidade que ligam a cidade às principais cidades europeias, a rota London / Marselha Eurostar, um novo estádio, grandes exposições como "Picasso, um gênio sem um pedestal" que inaugura este mês, grandes festivais e eventos esportivos.

A cereja no topo do bolo, este ano, é que Marselha respira futebol pois a cidade irá receber 6 jogos para o EURO 2016 que decorrerá de 10 junho a 20 julho.
 

Mas o que tem Marselha de especial?

É a cidade mais antiga da França fundada há 2600 anos.

A segunda cidade mais populosa da França: 850,636 habitantes

Tem 2,5 vezes o tamanho de Paris e 5 vezes o tamanho de Lyon

57 Quilômetros de beira-mar.

300 Dias de sol por ano.

5 Milhões de turistas em 2015

Geminada com 13 cidades em todo o mundo

Top cruzeiro e porta de carga na França.

Capital mundial da água desde 1996

Capital Europeia da Cultura em 2013

Capital Europeia do Desporto em 2017

2ª Cidade mais filmada na França

122 Hotéis, totalizando 7923 quartos

A maioria dos consulados em França, com 71 consulados.

A cidade mais cosmopolita do Mediterrâneo

O mais antigo santuário católico na França com St Victor Abbey e sua cripta.

 
Existe uma lista de monumentos a não perder nesta cidade:

Notre-Dame de la Garde: a colina La Garde é o ponto mais alto em Marselha com 154m. A basílica, cuja virgem com a criança protege a cidade e seus habitantes, foi construída entre 1853 e 1864 quando foi consagrada. Os visitantes também podem conhecer o museu de arte sacra que abriu em Julho de 2013.

O Porto Velho: Em 600 AC, os gregos vieram de Phocaea na Anatólia e atracaram Calanque du Lacydon. A cidade cresceu na margem norte do porto durante a Antiguidade e a idade média.

Norman Foster e Michel Desvigne desenharam o layout do centro da cidade para fazer parte do passeio para peões. Em 2013 o projeto 2013 ganhou o premio do planeamento urbano da revista Le Moniteur.

 Mucem: Mucem - O J4: O novo edifício, construído no antigo cais J4 pelo arquiteto Rudy Ricciotti em colaboração com Roland Carta, é ponto fulcral do Mucem. O J4 (15,000m2) tem duas áreas de exposição: o primeiro é dedicado a explorar períodos-chave em civilizações do Mediterrâneo na Galeria Mediterrâneo e o segundo recebe exposições temporárias. O J4 tem uma área para crianças, local para espetáculos, concertos e exibições de filmes, uma livraria e restaurante com um terraço, supervisionado pelo 3 estrelas Michelin, o Chef Gérald Passédat.

Fort Saint-Jean: (15,000m2), é um monumento histórico restaurado que remonta ao séc. XII. A passarela elevada sobre o mar liga ao J4 para que os visitantes podem desfrutar da beleza da paisagem. Os visitantes podem passear no novo jardim mediterrânico e explorar as coleções de arte tribal e tradições. Possui ainda espetáculos ao ar livre, um café e livraria.

Ilhas Frioul e Château d’If: o conhecido Château d'If, que ficou famoso porque Alexandre Dumas que aprisionou ali o conde de Monte Cristo. É uma antiga fortaleza construída durante o reinado de Francisco I no século XVI para proteger a cidade.

Palais Longchamp: um tributo à água em toda sua glória, esta fonte-monumento está ligada à construção do Canal do Durance. É considerada uma das melhores obras de arquitetura do Segundo Império, em Marselha. Atualmente abriga o Museu de Belas Artes e do Museu de História Natural.

Le Panier: cidade velha de Marselha é o lugar onde os gregos desembarcaram 2600 anos atrás.

La Corniche Promenade: foi inaugurada em meados do seculo XIX século e tornou-se popular entre os habitantes locais que descobriram gradualmente a alegrias de nadar no mar. La Corniche é uma varanda 5 km sobre o Mediterrâneo, que atrai os caminhantes, pescadores, corredores e sonhadores em busca de novos horizontes. As bonitas vilas denominadas de "Les Folies de la Corniche" (loucura de La Corniche) foram construídas no topo de La Corniche no final do séc. XIX e início do século XX pelas ricas famílias da região. Na parte inferior existem lindos e pequenos portos de pesca.

Cité Radieuse Le Corbusier: Também conhecido como "Maison du Fada" entre os habitantes locais, o edifício é 165m de comprimento, 24m de largura e 56m de altura. Como uma balsa atracada em um parque, foi construído pelo arquiteto Le Corbusier entre 1947 e 1951. Cimento e estacas misturam-se com multicoloridas galerias onde se abrigam 337 apartamentos, um hotel, restaurante, lojas, uma arte e design de topo.
 

Comentários