O Que Fazer Por Lisboa

O Museu de Arte Popular apresenta de 23 de março a 30 de dezembro o projeto das Aldeias do Xisto “Agricultura Lusitana. 2015-18.”
Esta é mostra que nos transporta para o território das Aldeias do Xisto, integrando peças de craft edesign contemporâneo que interpretam o saber fazer, a memória e a identidade cultural portuguesa, fruto de um trabalho realizado por cerca de 150 pessoas, entre as quais artesãos de todo o país e os alunos e professores de nove escolas superiores de design, que assinam os objetos em exposição.
Agricultura Lusitana 2015-18 encerra uma trilogia iniciada com os projetos Água Musa (2013) e L4Craft (2014), cuja temática assenta na relação “Craft+Design+Identidade”, e que tiveram como laboratório as 27 Aldeias do Xisto.
As instalações e os novos objetos desenvolvidos no seu âmbito evidenciam as distintas inspirações e interpretações dos respetivos criadores, expressas quer na reelaboração sobre formas, matérias ou técnicas tradicionais, quer na pura convocação de símbolos da ruralidade ou da sua transformação. A exposição interpela-nos também sobre alguns dos desafios que se colocam atualmente às comunidades das Aldeias do Xisto.
No âmbito desta mostra estará em curso um programa de atividades, articulado entre o MAP e a ADXTUR, com visitas-guiadas, workshops, animação e debates. O Serviço Educativo do MAP acolherá, entre março e junho, as Oficinas de Primavera, workshops de iniciação de técnicas artesanais tradicionais nas áreas de Tecelagem Manual e Tapeçaria, Tinturaria, Fiação, Olaria e Cestaria, orientados por artesãs/formadoras especializadas.
A exposição Agricultura Lusitana 2015-18 vai ser inaugurada no próximo dia 22 de março, às 18:00. Ficará patente ao público de 23 de março a 30 de dezembro de 2018, de quarta-feira a domingo, no horário 10:00-18:00, à exceção de sábados e domingos, em que encerra das 13:00 às 14:00. O bilhete tem o valor de 2,5 euros.
 
O Museu do Fado promove ao longo de todo o ano um ciclo de conversas, em registo intimista, com artistas de diferentes estilos e gerações. Amanhã. Dia 15 de março pelas 19h00 estarão à conversa, informalmente e sem mediações, Paulo de Carvalho e Marco Rodrigues.
 
 
 Yellow Star Company está de volta a partir do dia 18 de Abril, ao Teatro Armando Cortez com uma nova estreia. Desta vez será a comédia, "5 Lésbicas e uma Quiche”.
Estamos em 1956, em plena Guerra Fria, com o perigo iminente de um ataque nuclear, vindo das hostes soviéticas. Uma comunidade, no meio dos EUA, realiza o Encontro Anual de Quiches da Sociedade de Irmãs, Viúvas, Independentes, Bem Conservadas e… Com Boas Maneiras. O seu lema principal é: “Nada de homens, nada de carne, só boas maneiras!”. Apesar de serem todas lésbicas, o assunto é tabu… Até ao momento em que, isoladas no seu “bunker improvisado”, fruto de um alerta de ataque nuclear, começam a confessar-se, melhor dizendo, a "sair do armário”. As revelações serão surpreendentes até ao fim!
O elenco é composto por Anabela Teixeira, Joana Câncio, Leonor Seixas, Paula Neves e Teresa Tavares e a peça tem encenação de Paulo Sousa Costa.
 
O Museu Bordalo Pinheiro promove a iniciativa Passear na Lisboa de Bordalo. Novo passeio por esta Lisboa de final do século XIX e tão do século XXI. Que diria Bordalo Pinheiro das enchentes de turistas? Do alojamento local? Das políticas municipais vigentes? Acreditamos ter aqui matéria para conversas entusiasmadas. Afinal, é também o charme bordaliano que atrai os actuais visitantes. Nada como relembrar os lugares, as histórias, o artista.
 Este passeio terá lugar sábado, dia 31 março pelas 15h00 sendo o ponto de encontro o Largo Rafael Bordalo Pinheiro. Tem um custo de 5€ e a inscrição é obrigatória.
 
 No dia 21 de Abril, das 15 às 20 horas, no Hotel Ritz Four Seasons, decorre mais uma edição do Enóphilo Wine Fest Lisboa 2018.
Neste dia os apaixonados pelos vinhos poderão desfrutar da quarta edição Wine Fest Lisboa, evento vínico organizado pelo Wine Club Portugal de Luís Gradíssimo, que agora assume uma nova designação e marca: ENÓPHILO WINE FEST.
O Enóphilo Wine Fest Lisboa 2018 pretende, uma vez mais, dar a conhecer os vinhos portugueses, mas acima de tudo surpreender apreciadores de vinhos pela elevada qualidade da seleção disponível para prova. E serão mais de 200 os vinhos presentes no evento, representando todas as regiões de Portugal, entre brancos, rosados, tintos, espumantes, fortificados e aguardentes vínicas. Após uma rigorosa seleção, estão quase confirmadas as presenças dos 40 produtores eleitos por Luís Gradíssimo para fazerem parte desta aventura vínica, a anunciar em breve. Entretanto, e sempre aguardado com elevada expectativa, já foi desvendado o programa de ‘Provas Especiais’ do Enóphilo Wine Fest Lisboa 2018.
TAWNYS BLACKETT, DA PIPA AO COPO   >  15h30 às 16h30
MIGRAÇÃO DE ABIBES   >   17h00 às 18h00
ESPUMANTES À BEIRA MAR NASCIDOS: UMA DÉCADA DE QUINTA DO ROL   >         18h30 às 19h30
O bilhete de acesso ao evento tem um valor de 10€ em pré- venda, sendo que no próprio dia custará 15 euros. As três ‘Provas Especiais’ tem lugares limitados e convém assegurar lugar com a maior brevidade, o acesso a cada uma das provas custa 25€, incluindo entrada no evento. Quem não queira perder nada, pode comprar Pack Enóphilo por 60€. A organização disponibiliza, a título de empréstimo, um copo Schott Zwiesel para degustação de todos os vinhos.
 
Na Associação Profissional de Cozinheiros de Portugal terá lugar dia 22 de março mais uma tertúlia, desta vez subordinada ao tema “Do Cacau Para o Chocolate”. O evento terá lugar pelas 16h30 e contará com a presença dos oradores Odete Estevão, Presidente do Cacau Clube de Portugal, Rui Moreira, Vice-Presidente do Cacau Clube de Portugal e Joaquim Sequeira, chocolateiro artesanal.

Mensagens populares