Quem Gosta de Música? Nos Alive!


 ORELHA NEGRA CONFIRMADOS DIA 12 DE JULHO NO PALCO NOS CLUBBING

O Palco NOS Clubbing acaba de confirmar Orelha Negra para o primeiro dia do festival, 12 de julho. Os portugueses Orelha Negra, uma das mais bem-sucedidas bandas portuguesas de sempre, leva até ao Passeio Marítimo de Algés um espetáculo que conta com temas do novo álbum de originais, assim como alguns dos maiores êxitos editados.
Os Orelha Negra são considerados pela imprensa e pelo público uma das mais respeitadas e talentosas bandas portuguesas, com provas categóricas de que funcionam tanto em disco, como em palco. O terceiro trabalho de originais vem provar isso mesmo e a banda não se afasta um milímetro da sua proposta inicial de redefinirem a música de raiz hip-hop, tal com deve ser entendida num novo milénio. Como afirmam os próprios neste último trabalho “a canção liberta-se, como nunca, das suas amarras”.
Os Orelha Negra, quinteto instrumental formado por Sam the Kid, Fred Ferreira, DJ Cruzfader, Francisco Rebelo e João Gomes, conta com três álbuns editados, todos homónimos, o primeiro em 2010, o segundo em 2012, e o último em setembro de 2017.
Os sons que os cinco magníficos produzem juntos são envolventes, mas ouvi-los e vê-los ao vivo, é um prazer verdadeiramente misterioso. Os Orelha Negra prometem um ritmado e envolvente encontro através da música.
 
D'ALVA JUNTAM-SE A ORELHA NEGRA DIA 12 DE JULHO NO PALCO NOS CLUBBING

Palco NOS Clubbing confirma D’Alva para dia 12 de julho. O projeto que junta Alex D’Alva Teixeira e Ben Monteiro leva ao NOS Alive’18 influências tão díspares como Michael Jackson, Spice Girls e James Blake. A dupla sobe ao Palco NOS Clubbing no primeiro dia do festival, com os já anunciados Orelha Negra.
O  duo que já conta com um disco cá fora #batequebate, transborda Pop como uma viagem pelo anos 80 e 90 até aos dias de hoje, numa combinação de ritmos, texturas e culturas. Não é por isso de admirar a nomeação para os Portugal Festival Awards, na categoria de Melhor Actuação ao Vivo como Artista Revelação.
A banda lisboeta vai transformar o palco do NOS Clubbing com a sua diversidade e energia enaltecendo a herança étnica e cultural de ambos cruzada com um forte espírito pop e electrónico.
 
SOPHIE JUNTA-SE AO CARTAZ DO NOS ALIVE’18 DIA 12 DE JULHO NO PALCO NOS CLUBBING

A escocesa Sophie Long, conhecida pelo nome artístico SOPHIE atua dia 12 de julho no Palco NOS Clubbing, juntando-se aos já anunciados D’Alva e Orelha Negra. SOPHIE traz ao NOS Alive o primeiro álbum de estúdio, “Whole New World”, com data de edição prevista ainda para 2018. Deste primeiro longa duração já se conhece o single “It's Okay To Cry”.
 Sophie chamou a atenção da imprensa quando lançou em 2012 o seu primeiro single “Nothing More To Say”. Mas foi em 2014 que ganhou real projeção, com o tema “Bipp” a passar em vários clubes do mundo. Rapidamente SOPHIE revelou sua impressionante abordagem para fazer música, tratando o som como esculturas, enfatizando as suas qualidades físicas com uma enorme habilidade para evocar experiências extrassensoriais. Em 2015 lança PRODUCT, uma compilação de aclamados singles como “Bipp”, “Lemonade” e “Hard”.
Ao mesmo tempo SOPHIE mergulhou como produtora e compositora no pop mainstream, com fortes influências de Madonna, Nicki Minaj e Charli XCX. Desafiando limites genéricos, a sua música mostrou-se transmutável entre vários géneros como hip-hop, R & B, J-pop e dancehall, sempre sem sacrificar clareza ou concisão.
Em 2017 produziu o "Yeah Right" de Vince Staples, com o galardoado Kendrick Lamar, assim como dois temas para o rapper nova-iorquino Quay Dash. O trabalho de SOPHIE também se infiltrou nos mundos da arte e da moda, onde a sua música percorreu pistas para reconhecidos estilistas como Jeremy Scott.
 
XINOBI SOBE AO PALCO NOS CLUBBING DIA 14 DE JULHO

O Palco NOS Clubbing, ponto de paragem obrigatório do NOS Alive, acaba de confirmar mais um grande nome que se junta a este cartaz de luxo. Xinobi leva o melhor da música de dança dia 14 de julho ao NOS Alive, com o seu segundo álbum de estúdio, "On The Quiet", editado em março de 2017.
Xinobi é Bruno Cardoso, um adulto de coração jovem português obcecado com a música. Faz parte de uma geração que cresceu dentro da erupção dos blogs de música alimentada pela ética Do It Yourself. 2017 é um ano crucial, o seu 2.º álbum "On The Quiet", avançado pelo single "Far Away Place", é lançado em Março. O álbum é uma história focada no dance floor sobre a transição de muitos músicos do punk rock e skateboarding para house music e sobre como a música de dança pode ser um campo para a consciencialização social.
Depois de lançar alguns EPs sólidos em rótulos como Discotexas, Nervous, Work-It-Baby e Ministry of Sound, ganhou um reconhecimento real entre artistas e criadores de opinião bem conhecidos, e o seu culto underground tornou-se mais amplo. Faixas idiossincráticas como "I Hate The Sound of" Guitars "," Puma "," Spend the Night "ou a excelente colaboração com The Lazarusman "See Me" realmente requerem atenção. Remixes, edits e reworks para artistas como SBTRKT, The Avener, John Grant, Toro Y Moi, Nicolas Jaar, Riva Starr, Agnes Obel, Moullinex e Kris Menace apenas provam a habilidade de Bruno para reorganizar música incrível em todo um novo universo. Um espetáculo obrigatório no dia que encerra a 12.ª edição do NOS Alive'18.
 
LAO RA ESTREIA-SE EM PORTUGAL DIA 14 DE JULHO NO PALCO NOS CLUBBING

Laura Avila, a mais emergente artista colombiana conhecida por Lao Ra, estreia-se no NOS Alive’18 dia 14 de julho no Palco NOS Clubbing. A artista junta-se no cartaz ao já confirmado Xinobi, no último dia do festival.
 Após o single de estreia “Jesus Made Me Bad”, que lhe valeu comparações a M.I.A e Gwen Stefani, Lao Ra assina com a Black Butter Records, sucedendo-se os singles “Drum Machine” e "Bang Boom" que alcançaram um total de 10 milhões de streams no Spotify e #1 na tabela da Costa Rica e #2 na Colômbia.
Lao Ra rapidamente ganhou a atenção da imprensa, como é exemplo a revista Fader que a aponta como uma das mais excitantes vozes dos últimos tempos: "Lao Ra is a new voice to get excited about…transports you to the streets of Colombia". Já o site britânico Popjustice deixou o aviso “Lao Ra é a total POPSTAR ALERT".
A artista vai trazer ao Palco NOS Clubbing as suas raízes latinas, misturadas num registo pop, levando um clima tropical ao NOS Alive’18
 
THROES + THE SHINE INVADEM PALCO NOS CLUBBING DIA 14 DE JULHO

Os Throes + The Shine (Igor, Marco e Mob) encontram-se a ultimar o que será o seu 4.º disco de originais, com lançamento apontado para o outono. Com alguns singles de avanço planeados já para o verão, será no Passeio Marítimo de Algés que se darão os primeiros vislumbres  do que promete ser o trabalho mais ambicioso do trio luso-angolano. O trio invade o Palco NOS Clubbing dia 14 de julho.
Caracterizados pelos espetáculos incendiários e pela sua capacidade de absorver influências e procurar novos caminhos dentro da música de dança, o próximo álbum, produzido pelo holandês Jori Collignon (Skip&Die), irá contar com a presença de um diverso leque de influências e colaborações. Desde a pop latina dos mexicanos Sotomayor, ao hip-hop de trajes modernos do português Mike El Nite e do francês KillASon, até à vertente africana de Selma Uamusse e Cachupa Psicadélica, podemos esperar um verdadeiro caleidoscópio sonoro.
A sua consagração dentro e fora de portas continuará de forma consistente no futuro que se avizinha, deixando um rasto de suor e sorrisos por esses palcos fora.
 
BATEU MATOU LEVAM PERCUSSÃO AO PALCO NOS CLUBBING DIA 14 DE JULHO
 

O projecto que junta três dos mais talentosos bateristas da música urbana nacional: Quim Albergaria (PAUS), RIOT (Buraka Som Sistema) e Ivo Costa (Carminho, Sara Tavares), levam a força percussiva ao Palco NOS Clubbing do NOS Alive’18 no último dia do festival, 14 de julho. Do cartaz fazem também parte Lao Ra, Xinobi e Throes + The Shine.
Bateu Matou leva à pista de dança um explosivo cocktail de músicas de várias latitudes. A vasta experiência dos três músicos traduz-se em ritmos frenéticos, dançáveis e onde o espírito de dança global é a tónica. ​O trio vai bater com força e vai impor diferentes ritmos que irão contagiar o público do NOS Alive’18
CLAP YOUR HANDS SAY YEAH DIA 14 DE JULHO NO PALCO SAGRES DO NOS ALIVE’18

Clap Your Hands Say Yeah, o projeto musical do americano Alec Ounsworth, junta-se ao Palco Sagres do NOS Alive’18, dia 14 de julho, no mesmo dia dos já anunciados At the Drive In, Perfume Genius, Real Estate, Mallu Magalhães e Marmozets. O músico traz ao Passeio Martítimo de Algés um concerto especial que incidirá sobre os mais conhecidos temas da discografia.
A fama da banda deu-se de uma forma peculiar começando a ser falada através de blogs, devido ao álbum de estreia homónimo editado em 2005 e produzido independentemente. Graças a este trabalho o grupo foi descoberto pela imprensa, como é o caso da Pitchfork que rapidamente catalogou o projeto como "Best New Music".
Clap Your Hands Say Yeah, um dos grandes nomes do indie-rock atual, foi fundado como banda e até 2014 lançaram quatro álbuns em conjunto. Em 2012 o coletivo separa-se ficando Ounsworth como único membro original. Em fevereiro de 2017 Alec volta a editar e surge “The Tourist”, um disco que agrega um som ao estilo do indie clássico, bem parecido com o dos anos 90 e que vem comprovar toda a genialidade do músico norte-americano
 

Mensagens populares