GOarrábida


Setúbal conta desde sábado com um novo centro de apoio à prática de desporto na Serra da Arrábida, o GOarrábida, instalado no Parque Urbano de Albarquel e orientado para praticantes de corrida trail, pedestrianismo, BTT e escalada.
Paredes-meias com a Arrábida, o Parque Urbano de Albarquel apresenta-se agora como ponto de partida e chegada de excelência para quem deseje praticar desporto na serra classificada como parque natural.
O GOarrábida faculta uma série de valências aos milhares de praticantes de corrida, pedestrianismo, ciclismo e escalada que diariamente, com maior ênfase aos fins de semana, se deslocam à Arrábida para praticar estilos vida ativos e saudáveis.
A presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, sublinhou na inauguração que o novo centro de apoio se enquadra numa ótica de promoção de Setúbal, no âmbito da estratégia de incentivo ao turismo para atração de visitantes ao concelho.
A importância deste equipamento, adiantou a autarca, deve-se ao facto de Setúbal ser “um território privilegiado no acesso ao Parque Natural da Arrábida” que não dispunha de um “local, instalação ou equipamento próprio com valência de apoio ao visitante em matéria de atividades possíveis de exploração do parque”.
O GOarrábida é o resultado da candidatura a fundos comunitários “Scavier – Sistema de Centros de Apoio ao Visitante em Rede”, projeto intermunicipal que junta Setúbal, Palmela e Sesimbra, integrado no Prarrábida – Plano de Ação para a Conservação, Valorização e Promoção do Património Histórico, Cultural e Natural da Arrábida, no âmbito do Portugal 2020.
O centro localizado no Parque Urbano de Albarquel está repartido em diferentes áreas, que proporcionam a atletas ou entusiastas de modalidades ao ar livre vários serviços possíveis, a maioria deles de acesso gratuito.
Para a BTT existe o Bikepoint, à entrada das instalações, onde os ciclistas têm ao dispor um suporte que permite a fixação das bicicletas para a realização de pequenas reparações e uma máquina com bomba automática de enchimento de pneus e outra de lavagem. A lavagem tem um custo de 50 cêntimos por cada três minutos.
No interior das instalações é possível aprender e praticar escalada em paredes construídas para o efeito.
Esta valência ainda não está plenamente operacional, uma vez que a Câmara Municipal de Setúbal vai realizar acordos de cooperação com associações locais para a presença de instrutores credenciados na modalidade.
Os entusiastas de pedestrianismo e do trail running têm no centro GOarrábida um importante ponto de apoio para a realização de exercícios de aquecimento, bem como uma central digital, o Trailpoint, com informações detalhadas sobre oito trilhos possíveis de percorrer na serra.
“Com este projeto construímos uma região melhor e com melhor ambiente. Uma região onde se encontra uma população que contribui decisivamente para a economia nacional e onde se conjugam fantásticos potenciais ambientais e turísticos com a enorme riqueza produzida pelo nosso tecido empresarial”, salientou Maria das Dores Meira.
O GOarrábida, que recebeu na inauguração várias dezenas de atletas, além do vereador do Desporto da Câmara Municipal de Setúbal, Pedro Pina, e das vereadoras Eugénia Silveira e Carla Guerreiro, entre outras individualidades, integra uma rede de apoio a praticantes desportivos em toda a Arrábida, rede essa partilhada entre Setúbal, Palmela e Sesimbra.
No futuro, está prevista a inclusão de apoios informativos e um melhor ordenamento dos vários trilhos existentes na serra, operação que deverá ser executada pelo Turismo de Portugal.

Mensagens populares