O que fazer por cá nos próximos dias

 
Alpiarça
No passado dia 6 de Janeiro, deu-se início ao Ciclo de Exposições - 'Gentes da nossa terra', totalmente dedicado a artistas alpiarcenses numa tentativa não só de os dar conhecer mas também de lhes proporcionar a merecida visibilidade.
​Assim, uma vez por mês, poderá conhecer-se um novo artista e ter contacto directo através de conversas informais com eles.
​No mês de Janeiro estarão patentes trabalhos do artista alpiarcense Daniel Canha.​
 
Barcelos
Os cantares tradicionais em louvor do nascimento de Jesus vão soar pelas ruas da cidade de Barcelos, nos próximos dias 13 e 20 de janeiro, numa iniciativa que a Câmara Municipal promove em parceria com os ranchos folclóricos e outras associações do concelho, para comemorar o Dia de Reis.
 Esta é uma tradição antiga que se tem vindo a recuperar e a afirmar como uma das manifestações culturais mais ricas da quadra festiva do Natal, reunindo, num só momento, o calor de 23 grupos de canto e dança etnográficos da região.
 A iniciativa, que tem início às 14h30, nos dias 13 e 20 de janeiro de 2018, culmina na Avenida da Liberdade, onde os grupos confluem para uma última atuação, depois de percorridos diferentes percursos ao longo da cidade.
 
Castanheira de Pera
Dia 14 de janeiro pelas 10h00 terá lugar mais uma edição do Sprint Enduro, em Castanheira de Pera com acesso livre. O Sprint Enduro surgiu pela mão de alguns amigos do desporto todo o terreno e pela Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Castanheira de Pera, tendo como “main sponsor” a Praia das Rocas.
 
Ílhavo
10 JANEIRO 2018, QUARTA-FEIRA
VISITA AO FAROL DA BARRA
Acesso gratuito.
Não recomendável a pessoas com mobilidade condicionada (implica subida da escadaria).
 
 
Concluído em 1893, e exibindo uma majestosa torre cilíndrica com 62 metros de altura e 66 acima do nível das águas do Mar, que o tornam no mais alto do País e num dos mais altos da Europa.
Farol da Barra
Largo do Farol, Praia da Barra
3830-753 Gafanha da Nazaré
Local: Largo do Farol, Praia da Barra
Horários: Entre as 13h30 e as 16h30 (3 subidas horárias, sem agendamento prévio)
 
ROTEIRO SENTIR ÍLHAVO
Visitas orientadas.
Desde 70,00€/adulto.
Este é um roteiro de regresso às origens. Ílhavo é município de homens do Mar, destemidos e determinados, que, desde sempre, se fizeram às ondas para pescar bacalhau. É terra de tradições ligadas ao trabalho no Mar e na Ria de Aveiro. Visitar o seu premiado Museu Marítimo de Ílhavo, o Navio Museu Santo-André, as suas famosas praias, é vivenciar a verdadeira identidade marítima dos portugueses. Conhecer os Palheiros da Costa Nova ou o Farol da Barra tornam inesquecível este pedaço de litoral. É um roteiro com cheiro a maresia combinado com a riqueza encantadora da Fábrica da Vista Alegre e do seu bairro operário.
O número mínimo para se realizar o roteiro é de 3 pessoas e o máximo de 8 pessoas.
Horário:das 9h00 às 17h00
 
13 JANEIRO 2018, SÁBADO
FEIRA DOS 13
Mercado popular a céu aberto.
Remonta ao ano de 1693, o alvará régio em que, a pedido das Câmaras da Vila da Ermida (atualmente integrante do Município de Ílhavo) e da Vila de Ílhavo, a D. Pedro II autoriza o estabelecimento de uma feira na Vista Alegre. Com o passar dos tempos, a Vista Alegre foi-se tornando um lugar de afluência de muitos viajantes, devotos, forasteiros, comerciantes, industriais e lavradores, tendo-se a Feira revelado de extrema utilidade para os habitantes da região. Atualmente funciona como um mercado típico, onde se vende um pouco de tudo, mantendo a sua vitalidade e grande afluência de público.
Recinto da Feira, Vista Alegre
5º ANIVERSÁRIO DO AQUÁRIO DOS BACALHAUS
Entrada gratuita para visitas ao Museu Marítimo de Ílhavo.
Sessão de Yoga para Famílias – 6,00€ (1 adulto + 1 criança).
Visita especial ao Aquário dos Bacalhaus “O Silêncio do Fundo do Mar” - 3,00€/pessoa.
O Aquário dos Bacalhaus do Museu Marítimo de Ílhavo completa uma mão cheia de anos no dia 13 de janeiro. As comemorações são sobretudo dedicadas à família, com dois momentos de puro deleite que permitirão, por um lado, experimentar a tranquilidade e a beleza do Aquário dos Bacalhaus e, por outro lado, conhecer mais acerca do silencioso mundo destes habitantes das águas geladas do Atlântico Norte. De manhã, o Aquário ficará reservado a uma aula de Yoga para pais e filhos. À tarde realiza-se uma visita especial que permitirá escutar o “silêncio” do fundo do mar. Durante este dia as visitas ao Museu Marítimo de Ílhavo são gratuitas.
PROGRAMA:
10H00 – SESSÃO DE YOGA PARA FAMÍLIAS*
Duração – 60 min.
Limitado a 16 pessoas (8 crianças e 8 adultos)
15H30 – VISITA ESPECIAL AO AQUÁRIO DOS BACALHAUS “O SILÊNCIO DO FUNDO DO MAR”*
Limitado a 25 pessoas
 
14 JANEIRO 2018, DOMINGO
DIA ABERTO NO MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO E NO NAVIO MUSEU SANTO-ANDRÉ
Entrada gratuita.
Como forma de possibilitar a todos a visita a estes importantes equipamentos, a Câmara Municipal de Ílhavo disponibiliza a possibilidade de visitar gratuitamente o Museu Marítimo de Ílhavo e o seu polo, o Navio Museu Santo André, uma vez por mês. Esteja atento, e aproveite!
Museu Marítimo de Ílhavo
 
Navio Museu Santo-André
 
Jardim Oudinot, Gafanha da Nazaré
Horário: 14h00~18h00
 
LABORATÓRIO DE PORTAS ABERTAS – VISITA LIVRE
Todos os domingos, entre as 10h00 e as 13h00, poderá́ visitar este espaço de forma livre.
Laboratório Artes Teatro Vista Alegre
Rua Augusto, Vista Alegre
Horários: domingos de janeiro a março de 2018, das 10h00 - 13h00
EXPERIÊNCIA DE STAND UP PADDLE /SUP – EASY LIKE SUNDAY MORNING
20,00€/Pessoa (1ª vez), 15,00€/Pessoa (praticantes regulares), 15,00€ (kayak 2 lugares), gratuito para praticantes com prancha própria. Inclui a prancha e remo, não inclui fato ( 5 euros). Inscrição prévia necessária. Mínimo de participantes para realização da atividade: 5.
Acessível a todos, independentemente do seu nível, sendo o objetivo o passeio de SUP, a descoberta da Ria e o convívio entre todos. Programas diferentes todos os domingos, tirando proveito das marés, das condições climatéricas e do nível de SUP dos participantes.
Riactiva - Escola de Windsurf e Kitesurf
Programa:
10.00 - Aquecimento
10.30 - Início do passeio de SUP
13.00 - Chegada do passeio de SUP
EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS:
INVISÍVEL, PROJETO FOTOGRÁFICO DE HERMANO NORONHA
Até 04 de fevereiro de 2018
Projeto fotográfico. Promove o diálogo entre as peças da exposição permanente do Museu Marítimo de Ílhavo e a invisibilidade das peças que estão em reserva, propondo uma leitura complementar e enriquecedora das coleções do Museu. Esta exposição, imiscuída nas várias salas da exposição permanente, pretende estimular o diálogo sobre o papel dos museus como instrumentos de preservação e legitimação de objetos e narrativas.
Aplica-se a tabela de taxas do Museu
Museu Marítimo de Ílhavo
EXPOSIÇÃO DE ORIGINAIS DE ILUSTRAÇÃO COM SARA BANDARRA
Até 28 de fevereiro de 2018
As criações de Sara bandarra podem ser encontradas em vários livros ilustrados, como “Pakhlavan Makhmud – o Herói Generoso”, uma história do Usbequistão, contada por Maria Alice Sarabando, “O Moliceiro da Ria”, de Amaro Neves, ou “A Fada Estrelinha”, uma história de Graça Amaral. Para além de “BEing – Simplesmente Ser”, Sara Bandarra imaginou e criou as coleções “Mulheres de Avental” e “Retratos de Limão”. Entrada gratuita. Biblioteca Municipal de Ílhavo.
Lisboa
A exposição “Joan Miró: Materialidade e Metamorfose” na Galeria D. Luís, no Palácio Nacional da Ajuda foi prolongada até 13 de fvereiro.
A mostra em Lisboa, que abriu ao público a 8 de setembro último, tinha o seu encerramento previsto para 8 de janeiro de 2018. É comissariada por Robert Lubar Messeri, destacado especialista na obra do pintor catalão, que também assinou a curadoria da sua apresentação original na Casa de Serralves, entre outubro de 2016 e junho de 2017.
 
Debruçando-se de forma particular sobre a transformação das linguagens pictóricas que o artista catalão começou a desenvolver nos anos 20 do século passado, a exposição abarca um período de seis décadas da carreira de Miró, de 1924 a 1981. No Palácio Nacional da Ajuda estão expostas as 85 obras da coleção que é propriedade do Estado português.
Por diversas vezes referenciada na imprensa internacional, esta mostra foi classificada pelo The Guardian como uma das 10 melhores exposições de arte patentes na Europa durante o outono de 2017. Mais recentemente, a revista de bordo da Air France considerou-a uma das cinco propostas “absolutamente” imperdíveis da temporada.
No Palácio Nacional da Ajuda, a exposição “Joan Miró: Materialidade e Metamorfose” pode ser visitada diariamente entre as 10:00 e as 18:00. Encerra à quarta-feira.
 
Marinha Grande
A Casa da Cultura Teatro Stephens, situada na Praça Guilherme Stephens, na Marinha Grande, apresenta o concerto de Mazgani, no âmbito das comemorações do 18 de janeiro de 1934, que se realiza no dia 18 de janeiro, pelas 21h30. No dia 20 de janeiro, pelas 16h00 é exibida a peça de teatro infantil “História do João Pateta”, pela Porta 27 Associação Cultural.
A Casa da Cultura Teatro Stephens recebe como próximos espetáculos:
18 de janeiro . 21h30
MAZGANI “THE POET'S DEATH”
Sinopse:
Espetáculo Comemorativo da Revolta Operária de 18 de janeiro de 1934
Mazgani editou no passado dia 29 de setembro o seu quinto trabalho de longa duração - The Poet’s Death, pela Sony Music.
Mazgani armadilha com absoluta consciência a sua própria engenharia de fazedor de canções. Para escrever The Poet’s Death, tentou encontrar novos processos, novos locais onde deixar as palavras emergirem, novas posições na guitarra que os dedos não conheçam de cor. “Uma tentativa de mapear novas geografias interiores”, resume. The Poet’s Death fareja constantemente esses novos rumos, sem ter de fazer um espectáculo disso, sempre com a graciosidade de quem tenta novos caminhos sabendo que vai chegar ao mesmo sítio. Afinal, Mazgani está convencido de que escreve sempre a mesma canção. Por muito que assuma sempre jeitos diferentes(…).” 
Ficha Artística |
Voz, Guitarra e Teclas: Shahryar Mazgani
Guitarra e Teclas: Manuel Dordio
Baixo: Victor Coimbra
Bateria: Isaac Achega
Duração: Aprox. 60m
Classificação Etária | M/6
Preço | 12,50€
 
 
20 de janeiro . 16h00
“HISTÓRIA DO JOÃO PATETA” pela Porta 27 Associação Cultural
Sinopse:
Parecia que o Conde Acácio nunca ia poder viver a sua vida sem se preocupar com a filha Rosalinda. Parecia que a jovem Rosalinda nunca ia ultrapassar o trauma e viver sozinha sem depender do pai. Parecia que a D. Lurdes ia passar o resto da vida a trabalhar de sol a sol para sustentar o filho. E parecia que o João ia passar o resto da vida com a cabeça na lua. Mas não, quando os seus caminhos se cruzam, as vidas de todas estas personagens mudam para sempre.
Queres saber mais? Anda daí que eu conto-te!
Ficha Artística e Técnica |
Encenação/Criação: Porta 27
Interpretação: Tiago Lourenço e Patrícia Gomes
Desenhos: Paula Cabral e Ana Pedro Coleta
Cenografia/Produção: PORTA 27 e a sua família
Duração: Aprox. 50m
Classificação Etária | M/2
Preço | 1€
Bilheteira: Teatro Stephens, de terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 e nos dias de espetáculos até às 22h00.
 Melgaço
Já estão abertas as inscrições para a IV edição do Melgaço Alvarinho Trail (MAT) que este ano acontece a 27 de maio. De ano para ano a iniciativa tem encantado os amantes da modalidade, atraindo ao Município Mais a Norte de Portugal cada vez mais participantes. As inscrições decorrem até 20 de maio.
Paisagens deslumbrantes em sintonia com a tranquilidade que Melgaço proporciona, são algumas das razões que a organização destaca, em jeito de aliciar à participação: ‘Os excelentes locais para o Trail Running, desde o Rio Minho, a menos de 40 metros de altitude, até ao Planalto de Castro Laboreiro onde se superam os 1.300 metros de altitude são condições fantásticas para a prática do trail’, sustenta a organização destacando alguns locais: ‘as Pesqueiras Milenarias do Rio Minho, os Caminhos e Pontes Romanas, as Aldeias Típicas, os Trilhos, as Paisagens sobre os Vales dos Rios, Minho, Trancoso e Mouro, sobre a vizinha Espanha até ao Planalto Castrejo, onde se encontram dezenas de Dolmens, o Parque Nacional Peneda-Gerês (PNPG), onde se encontra a Porta de Lamas de Mouro, e vários monumentos como os Castelos de Melgaço e Castro Laboreiro, Conventos e Igrejas Centenárias, Museus, Termas, entre outros.’
Saiba-se que o MAT nasceu em 2015, numa iniciativa pioneira que tinha como objetivo aliar a prática desportiva ao contacto com a natureza e as populações locais, mas rapidamente superou todas as expectativas: a primeira edição contou com cerca de 250 atletas, a segunda com cerca de 300, e em 2017 o MAT triplicou o número de participantes, cerca de 900.
 ‘O MAT é uma prova divertida em redor da mãe natureza. Melgaço tem excelentes condições naturais, quer na montanha quer no rio, conjunturas que estimulam os atletas. Quem corre gosta da natureza, de sentir liberdade, e o nosso concelho tem ótimas condições para tal.’, considera José Adriano Lima, Vereador com o pelouro de desporto, valorizando o impacto que a iniciativa tem na economia local: ‘o MAT potencia a marca Melgaço, sendo mesmo um impulsionador de novas transações comerciais. Quem vem quer conhecer a região, a gastronomia, a cultura, a história, os costumes, e isso acaba por ter impacto no tecido económico local. E mais tarde acabam por vir visitar o concelho numa estadia mais prolongada’.
Quatro provas: um Ultra Trail de 49Km (inserida no Circuito Nacional de Ultra Trail Séries 100), um Trail Longo de 26Km (inserida no Circuito Nacional de Trail Séries 100), um Trail Curto de 17km e uma Caminhada de 13Km. As provas de Ultra Trail e Trail Longo estarão, pelo 2º ano, incluídas no Prozis Campeonato Nacional 2018 da ATRP. O MAT percorrerá as freguesias da Vila, Chaviães, Fiães, Roussas, S. Paio, Paderne e Prado.
 De salientar que os atletas inscritos poderão usufruir de uma entrada em cada um dos seguintes museus: Museu de Cinema de Melgaço – Jean Loup Passek, Espaço Memória e Fronteira, Núcleo Museológico de Castro Laboreiro e o Núcleo Museológico da Torre de Menagem. Nesta edição, os participantes terão também a possibilidade de usufruírem de um serviço de massagem oferecido pela EPRAMI e de auxílio de primeiros socorros pela Saúde Constante.
Vagos
A Biblioteca Municipal de Vagos recebe, de 2 a 24 de fevereiro de 2018, uma ação de formação sobre o tema “Conservação e Restauro do Livro – Princípios Básicos”, orientada pela formadora Maria do Céu Correia Nunes Branco Ferreira, Mestre em Conservação e Restauro pela Universidade de Coimbra .
Esta formação é dirigida a artesãos ativos empregados ou desempregados com interesse na aquisição de competências específicas nesta área.
A formação tem uma duração de 40 horas e realiza-se em horário pós-laboral a sexta-feira (19h00/22h00) e sábado (9h00/13h00 – 14h00/17h00).
 
Vouzela
No próximo dia 11 de janeiro pelas 15h30, no Auditório Municipal de Vouzela e no âmbito do ciclo de tertúlias, terá lugar mais uma ação subordinada ao tema “Educação Ambiental, Conservação da Natureza e Preservação da Biodiversidade”.
  
 

Mensagens populares