Novidades da Música





"LISBOA" A NOVA MIXTAPE DE RICHIE CAMPBELL


Richie Campbell vai revelar aos fãs no próximo dia 21 de dezembro a nova mixtape "Lisboa". O artista vai apresentar em primeira-mão dia 02 de fevereiro o seu novo registo de originais com um concerto em nome próprio na Altice Arena. A primeira parte do concerto está a cargo do luso-americano Mishlawi.


Lá atrás em 2016 “Do You No Wrong”, a música portuguesa mais tocada nas rádios e single de platina, marcou o início de um novo ciclo na carreira do artista português. Seguiram-se “Heaven”, single de ouro, e “Midnight in Lisbon, já em 2017, todos eles com suporte visual na plataforma digital YouTube.


Todos os videoclips foram filmados em Lisboa, a cidade que o viu crescer como artista e a quem presta tributo atribuindo-lhe o título deste novo projeto, uma mixtape toda ela composta e gravada em Lisboa com Lhast, um dos produtores portugueses em maior ascensão.


“A multi culturalidade da Lisboa moderna é a grande responsável pela diversidade de sonoridades na minha música, cresci a ir a festas de Reggae e Dancehall, a ouvir mornas na rua, afro-beats em discotecas, ou antes disso ainda, a ouvir R&B e HipHop na escola” Richie Campbell


A mistura do dancehall jamaicano com o R&B estão bem patentes em “Lisboa” e caracterizam o momento actual do artista, que depois de “Focused” e “In the 876” volta às sonoridades da sua primeira mixtape, “My Path”.


No passado dia 28 de Novembro, o artista disponibilizou mais um tema no seu canal de Youtube, “Water” com a participação de Slow J e Lhast, sendo este mais um dos singles já avançados da mixtape que já conta com mais de 1 milhão de vizualições no Youtube.


A mixtape será disponibilizada dia 21 de Dezembro apenas em formato digital, nas plataformas Youtube, Spotify, Apple Music, Itunes, etc.
 



RAG’N’BONE MAN ESTREIA-SE EM PORTUGAL DIA 13 DE JULHO NO PALCO SAGRES DO NOS ALIVE'18


O Palco Sagres do NOS Alive’18 confirma agora a estreia do incrível Rag'n'Bone Man em solo português. O inglês vai subir a palco dia 13 de julho para apresentar o seu álbum de estreia “Human”, editado em fevereiro de 2017.


O cantor e compositor inglês conquistou em tempo recorde, com o primeiro álbum de originais, o certificado Disco de Ouro em vários países e já conta com dois Brit Awards 2017, nas categorias “British Breakthrough Act” e “Choice Award”. O músico encontra-se ainda nomeado para dois prémios nos MTV European Music Awards, nas secções “Best New Artist” e “Best Push Artist”.


Os primeiros lançamentos do cantor seguiram um registo mais acústico, mas ao longo dos anos evoluiu em direção a um som mais eletrónico com batimentos de hip-hop, soul e blues. Hoje é considerado uma das grandes promessas da sua geração.


 
4 CREWS EM BUSCA DA GLÓRIA


Alex d’Alva Teixeira e Carlão vão apresentar o evento do ano no Coliseu de Lisboa no próximo dia 02 de março. Quatro crews comandadas por Capicua, pelos Paus, por Richie Campbell e por Rui Pregal da Cunha levarão hip hop e rock, reggae e soul, fado e kuduro e tudo o mais para o centro da arena. Red Bull Music Culture Clash: Apoia a tua crew. Quem manda aqui és tu!


A contagem decrescente para o Red Bull Music Culture Clash que se realiza no Coliseu de Lisboa, no próximo dia 02 de março já está em marcha. Os hosts Alex d'Alva Teixeira e Carlão, as quatro crews e toda a equipa de produção estão neste momento em profunda concentração a ultimarem os mais importantes detalhes para que o público testemunhe um dos mais originais e entusiasmantes eventos do ano.


Em 2016, a crew Atlas comandada por Branko sagrou-se vencedora numa noite que ficou na memória de vários dos protagonistas da edição de 2018. Capicua, líder da Crew 1 Capicua e Guerrilha Cor de Rosa, foi convidada surpresa do colectivo liderado por DJ Ride, Matilha, e garante que se divertiu muito. Joaquim Albergaria, dos Paus, o grupo que comanda a Crew Paus e Pedras, também passou pelo Coliseu em 2016 e ficou surpreendido: "é um evento que promove o espírito de comunidade o espírito de comunidade”, salienta.


A 02 de março próximo, o Coliseu – uma das mais importantes e icónicas salas de espectáculos portuguesas – vai receber 4 crews que vão disputar o título de campeões do Red Bull Music Culture Clash. e Guerrilha Cor de Rosa Capicua – com Capicua  à frente dos talentos de DJ D-One, nos pratos e, nos microfones e na agitação na frente de palco, M7 aka Beatriz Gosta, Ana Bacalhau, Eva Rap Diva, Marta Ren e Blaya; Paus e Pedras, crew comandada pelo grupo de Joaquim Albergaria, Hélio Morais, Fábio Jevelim e Makoto Yagyu e que conta ainda com os valorosos aliados DJ Glue, Mike El Nite, Holly Hood e Silk; Richie Campbell apresenta Bridgetown com o “maestro” Richie Campbell a dirigir uma equipa que integra Mishlawi, General Gogo, Luís Franco Bastos, Ben Miranda, Dengaz, Plutonio, DJ Dadda, Dodas Spencer e Afonso Ferreira; e, finalmente, Rui Pregal da Cunha apresenta Ultramar: além do histórico vocalista dos Heróis do Mar que é o capitão deste navio musical haverá que ter em conta uma tripulação que inclui os Capitão Fausto, Memória de Peixe e Throes + The Shine.


Ou seja, e como garante Rui Pregal da Cunha, “o Red Bull Music Culture Clash é um evento único onde alguma da fina flor da música nacional está reunida”. Pura verdade. Capicua revela que levará para o palco “muitas mulheres fortes e cheias de atitude” e os Paus explicam que escolheram as “pedras” certas: “O Holly Hood e o Mike El Nite são os melhores MCs do hip hop nacional, o Glue é o melhor Dj e o Silk é o rei das artes marciais”. Nada que intimide os rapazes da Bridgetown que, pela voz de Plutonio, afirmam categoricamente: “2018 é nosso!”.


O espírito de combate irá manifestar-se em quatro rounds – que terão entre 8 e 15 minutos – com cada uma das crews a procurar desarmar os restantes concorrentes através das suas inesperadas e certeiras escolhas musicais. Os hosts tratarão de fazer cumprir as regras – uma das quais impede a repetição de músicas, por exemplo – mas a vitória será sempre decidida pelo público presente. Razão mais do que suficiente para que todos marquem presença.
4 Palcos, 4 Crews e 1 Vencedor! Mas quem vai mandar ali vai mesmo ser o público, soberano com os seus aplausos.


O bilhete de Plateia custa 20€ mas estará igualmente disponível por 35€ um bilhete Plus que dá acesso a uma área Premium, a uma after party exclusiva e a uma oferta especial. Está igualmente disponível um Pack FNAC Red Bull Culture Clash que inclui bilhete para a Plateia, Booklet do evento e uma oferta especial.


 
CHVRCHES É A NOVA CONFIRMAÇÃO PARA O NOS ALIVE'18


CHVRCHES, o trio formado por Lauren Mayberry, Iain Cook e Martin Doherty, conhecidos pelo seu estilo de música, que funde a eletrónica e techno-pop, estreiam-se no NOS Alive dia 13 de julho no Palco Sagres.


A banda escocesa ganhou projeção online com os singles “The Mother We Share” e “Lies” que alcançou a categoria “NME's Best Tracks of 2012”. Em 2013 foi editado o primeiro albúm “The Bones of What You Believe” aclamado pelo público e pela crítica, contando com nomeações nos NME Awards e Brit Awards.


O grupo encontra-se atualmente a trabalhar no próximo álbum, de acordo com o post de Martin Doherty “We are currently putting the finishing touches on 'the most aggressive and vulnerable’ album we’ve ever made”, deixando todos os seus fãs em êxtase.
 



PORTUGAL. THE MAN APRESENTAM NOVO ÁLBUM DIA 13 DE JULHO NO NOS ALIVE’18


A banda norte-americana liderada por John Gourley, que se estreia este ano com a sua primeira nomeação nos mais importantes prémios da indústria, Grammy Award, passa pelo NOS Alive’18 dia 13 de julho, para apresentar em primeira-mão o oitavo disco de originais “Woodstock”.


O álbum editado em junho deste ano, sucessor de “Evil Friends", viu o segundo single do novo disco, "Feel It Still", lançado em março, tornar-se o maior êxito da banda e causar sensação ao alcançar o N.º 4 na Billboard “Hot 100”. O tema foi inclusive “Single de Ouro” em Portugal e é hoje um dos temas mais tocados nas rádios portuguesas. Graças a este sucesso, os Portugal. The Man têm fortes hipóteses vencer o primeiro Grammy da sua carreira, na 60.ª edição dos maiores prémios da indústria, na categoria “Performance Pop de Duo ou Grupo”.


O grupo indie rock do Alaska que “rouba” o nome a Portugal, iniciou o seu percurso em 2004, tendo apresentado o primeiro álbum de estúdio “Waiter: "You Vultures!”, em 2006.


 
PERFUME GENIUS ATUA DIA 14 DE JULHO NO PALCO SAGRES DO NOS ALIVE'18


Perfume Genius, nome artístico do cantor e compositor Mike Handreas, sobe ao Palco Sagres, do NOS Alive’18, dia 14 de julho juntamente com At The Drive In, Mallu Magalhães e Real Estate.


“Learning” foi o álbum de estreia de Mike Handreas, lançado em junho de 2010 e o segundo álbum, “Put Your Back N 2 It”, editado em fevereiro de 2012.  Passados dois anos, o cantor lança o seu terceiro álbum de estúdio, “Too Bright”, co-produzido por Adrian Utley da banda Portishead.


Em maio de 2017, Perfume Genius anunciou o quarto álbum de originais “No Shape”, com o lançamento do primeiro single “Slip Away”, que foi acompanhado por um videoclip dirigido pelo colaborador da Bjork, Andrew Thomas Huang, designado como “Best New Track” pela Pitchfork.


A música de Perfume Genius abrange baladas de piano com mistura de “glam rock”, que viajam por temáticas como sexualidade, homofobia e violência doméstica numa vertente poética.


 
KHALID EM ESTREIA ABSOLUTA EM PORTUGAL DIA 12 DE JULHO NO NOS ALIVE'18


Khalid é a mais recente confirmação do NOS Alive’18. O artista revelação, que já conta com prémios ganhos em 2017 nos MTV Video Music Awards e nos BET Awards como “Best New Artist”, sobe ao Palco Sagres no dia 12 de julho, juntamente com Friendly Fires e Wolf Alice.


O cantor e compositor americano de 19 anos revela que as suas inspirações musicais começaram pela primeira vez com a sua mãe, com fortes raízes no R&B. Em 2015 começou a fazer música própria, com influências tão abrangentes como Kendrick Lamar, A$AP Rocky, Father John Misty, Frank Ocean, Grizzly Bear, Chance the Rapper, Lorde, India Arie e James Blake.


Com a produção de Syk Sense juntamente com Tunji Ige e Smash David, o single “Location" terminou o ano de 2016 no N.° 20 da tabela da Billboard Mainstream "R&B / Hip-Hop Airplay" e alcançou o Top 10 no quadro Billboard "Hot R&B Songs" em janeiro de 2017, que gerou mais de 26,5 milhões de streams no Spotify e quatro milhões de visualizações do YouTube.


O single “Hopeless” precedeu o álbum de estreia de Khalid, “American Teen”, lançado em março de 2017.
 



LENNY KRAVITZ ANUNCIA DIGRESSÃO EUROPEIA COM PASSAGEM CONFIRMADA POR LISBOA DIA 01 DE JULHO


Lenny kravitz terá passagem garantida por Portugal, dia 01 de julho, na Altice Arena. Os bilhetes serão disponibilizados para venda esta próxima sexta-feira, dia 15 de dezembro. A par com a tournée, Lenny está a preparar novas músicas que serão apresentadas ao público na primavera do próximo ano.


Considerado como um dos músicos de rock mais proeminentes dos tempos atuais, Lenny Kravitz transcendeu todos os géneros, estilos, raças e classes ao longo de vinte anos de carreira. Com fortes ligações aos soul, rock e funk dos anos 60 e 70, o compositor, produtor e multi-instrumentista já venceu consecutivamente quatro Grammy, assim como marcou o recorde pelo facto de ter sido o artista a ganhar mais vezes a categoria “Best Male Rock Vocal Performance”, nestes reconhecidos prémios.


 Para além do sucesso estrondoso que Kravitz alcançou na indústria musical, com 38 milhões de discos vendidos em todo o mundo, este artista multidimensional fez igualmente parte dos sucessos de bilheteira "The Hunger Games” e “The Hunger Games: Catching Fire”, com a sua participação como “Cinna”. O músico pode ainda ser visto nos aclamados filmes "Precious" e "The Butler".
 



AT THE DRIVE IN CONFIRMADOS DIA 14 DE JULHO NO PALCO SAGRES


At The Drive In, a banda de culto do “post-hardcore”, acaba de se juntar ao cartaz do NOS Alive’18. O grupo sobe ao Palco Sagres dia 14 de julho, onde atuam igualmente Mallu Magalhães e Real Estate, enquanto pelo Palco NOS passam os já confirmados Pearl Jam e Franz Ferdinand. Os passes de três dias e os bilhetes diários para 14 de julho já se encontram esgotados, no entanto, já poderá ser adquirido o passe de dois dias (12 & 13 de julho).


A banda de Cedric Bixler e Omar Rodríguez-López fez a alegria de muitos fãs quando anunciou um novo registo de originais após 16 anos do lançamento do último trabalho de estúdio. “Relationship of Command”, editado em 2000, foi um dos mais importantes marcos para o género musical e deixou toda a indústria expectante do seu sucessor. O novo álbum, “in•ter a•li•a”, apresentado em maio deste ano, veio mostrar que o poder dos At The Drive In, não está só nas brilhantes atuações ao vivo, mas igualmente nos discos que continuam a superar todas as expectativas. No passado dia 24 de novembro as surpresas continuaram com o lançamento do EP “Diamanté”, um exclusivo em vinil, com três novas faixas.


 
FRIENDLY FIRES CONFIRMADOS DIA 12 DE JULHO NO NOS ALIVE'18


O primeiro dia do NOS Alive’18 vai contar com mais um grande nome no cartaz. Os Friendly Fires acabam de confirmar presença no Passeio Marítimo de Algés dia 12 de julho. A banda sobe ao Palco Sagres, onde atuam igualmente os Wolf Alice.


Depois do estrondoso sucesso do álbum de estreia, homónimo, em 2008, a banda britânica editou o segundo registo de originais “Pala”, em 2011, que rapidamente escalou as tabelas e conquistou as melhores críticas da especialidade.


Mas as boas notícias não ficam apenas pela presença da banda no NOS Alive’18, pois o tão aguardado regresso dos Friendly Fires aos discos parece estar prometido. A banda já começou a revelar pequenos teasers de novas músicas e os rumores apontam para que o terceiro álbum de originais seja editado nos próximos meses.


 



FRANZ FERDINAND ESTREIAM NOVO DISCO DIA 14 DE JULHO NO NOS ALIVE'18


O NOS Alive vai contar com mais um nome de peso dia 14 de julho. Franz Ferdinand juntam-se ao cartaz e sobem ao Palco NOS no mesmo dia de Pearl Jam para apresentarem em primeira-mão o novo disco de originais, que será revelado aos fãs dia 09 de fevereiro. “Always Ascending” é o quinto álbum de estúdio da banda e o primeiro single, homónimo, já pode ser conhecido aqui.


Nada menos do que um renascimento, as 10 músicas que compõem o disco são uma reformulação triunfante do grupo, com novas ideias e vigorosas experiências sónicas. “Always Ascending” foi gravado nos RAK Studios, em Londres, e Motorbass, em Paris, com o extraordinário produtor Philippe Zdar (Cassius, Phoenix, The Beastie Boys). Como explica Alex Kapranos, o som deste novo trabalho é “simultaneamente futurista e naturalista”.


Franz Ferdinand são Alex Kapranos, Bob Hardy, Paul Thomson, Julian Corrie e Dino Bardot.


 
TWO DOOR CINEMA CLUB JUNTAM-SE AO CARTAZ DO NOS ALIVE'18 DIA 13 DE JULHO


O trio de irlandeses Two Door Cinema Club são a mais recente adição ao cartaz do NOS Alive’18. A banda sobe ao Palco NOS, dia 13 de julho, no mesmo dia dos já anunciados Queens Of The Stone e The National. O segundo dia do festival conta ainda com a confirmação dos norte-americanos Future Islands para o Palco Sagres.


Com três discos de sucesso no curriculum os Two Door Cinema Club são hoje considerados pela crítica e pelo público uma das grandes bandas da sua geração. “Tourist History” (2010), “Beacon” (2012) e “Gameshow” (2016), garantiram à banda a projeção mundial alcançada e vários temas de sucesso com lugar cativo nas principais rádios mundiais. Os Two Door Cinema Club nasceram em 2008 e são Alex Trimble na voz, Sam Halliday na guitarra e Kevin Baird no baixo.

Mensagens populares