Cartaz de sugestões

Almada
Nos dias 9 e 10 de setembro, sábado e domingo, na zona da Romeira, na Cova da Piedade, realiza-se o primeiro Festival Urbano de Almada.
Os edifícios desabitados desta antiga zona de cariz industrial vão ganhar nova vida, com mais de 15 artistas a pintarem, ao longo do fim-de-semana, murais dedicados à temática «Vivências na Cidade».
Enquanto se assiste a esta Mostra de Graffiti ao vivo, é possível passar pelo mercado urbano que tem peças de marcas e artistas emergentes, petiscar na área de street food ou ver a Let’s Battle VIII, uma competição de danças urbanas que irá trazer a Almada os melhores bailarinos em diversos estilos (afrohouse, breakdance, competição de grupos).
Haverá também muita música, que inclui o concerto com Os Compotas, no dia 10, às 19 horas Espetáculo no Teatro Stephens
Lisboa
Museu Bordalo Pinheiro
Com o início de mais um ano letivo, o Museu renova as ideias para alunos e professores explorarem a obra de Rafael Bordalo Pinheiro.
Desta forma já estão disponíveis os guiões de visita e oficinas escolares, pensados em articulação com os programas curriculares oficiais. O museu está também disponível para adaptar temas da obra bordaliana aos objetivos de diferentes disciplinas e a projetos escolares específicos.
No dia 13 de Setembro, às 15 horas, vão ser recebidos os professores interessados com uma visita guiada à coleção e apresentação do programa de atividades.
Marcações: 215818 544 ou servicoeducativo@museubordalopinheiro.pt
A sessão terá a duração prevista de 1h30.
 
O Museu Bordalo Pinheiro participa na iniciativa Há Vida no Bairro, a convite da Junta de Freguesia de Alvalade e vai estar sediado à entrada do Centro Comercial Roma, na avenida de Roma, entre as 17 e as 20 horas de sábado, dia 9 de setembro.
Desta forma vai ser possível animar as ruas e pôr as famílias a desenhar – sob o olhar atento e divertido das mascotes Zé Povinho e Bordalo Pinheiro.
 
Palácio da Ajuda
A exposição “Joan Miró: Materialidade e Metamorfose” está patente ao público até 8 de janeiro, no Palácio Nacional da Ajuda.
 Após o enorme sucesso na Casa de Serralves, Porto, onde esteve patente de outubro de 2016 a junho de 2017, registando a afluência recorde de 240.048 visitantes, esta coleção composta por 85 obras que são propriedade do Estado português será agora integralmente exposta na Galeria D. Luís I, no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa.
A mostra abarca um período de seis décadas da carreira de Joan Miró, de 1924 a 1981, debruçando-se sobre a transformação das linguagens pictóricas que o artista começou a desenvolver nos anos 20 do século passado. São abordadas as suas metamorfoses artísticas nos campos do desenho, pintura, colagem e trabalhos em tapeçaria, observando-se em detalhe o seu pensamento visual, o modo como trabalha com sensações que variam entre o tátil e o ótico, bem como os processos de elaboração das obras.
 
Marinha Grande
O músico Valter Lobo apresenta-se em concerto com o álbum de estreia intitulado “Mediterrâneo”, na Casa da Cultura Teatro Stephens, na Marinha Grande, no dia no dia 16 de setembro (sábado), pelas 21h30.
Este espetáculo marca o arranque de mais uma temporada cultural desta sala de espetáculos que celebra três anos de reabertura, no próximo mês de outubro, após a requalificação de que foi alvo.
Válter Lobo, músico e advogado do Porto, apresenta-nos, primeiro álbum de originais depois de um muito bem sucedido "Inverno EP”.
Integrou o grupo de Novos Talentos Fnac 2012, participou no “Singersongwriter International Competition”, sendo o único artista a cantar em português a chegar à semi-final, até alcançar o primeiro lugar do top da Antena3 onde permaneceu durante várias semanas com o tema “Pensei que fosse fácil”.
A experiência de tocar nas melhores salas do país quando acompanhou Scott Matthew nos concertos de Misty Fest (CCB, Casa da Música, etc.) e as reacções recolhidas durante as suas apresentações ao vivo, perspectivavam a construção de um artista genuíno, com uma identidade vincada e capaz de dar continuidade à senda de outros históricos cantautores portugueses.
Ao vivo, conta-nos histórias dessa passagem do Inverno para um clima mediterrânico e dá mais um passo na sua afirmação como um reconhecido intérprete e compositor da música portuguesa num trabalho artístico e demasiado pessoal.
Traz consigo os ambientes criados pela guitarra atmosférica de Jorge Moura, pelos sopros de Tiago Borges, baixo de Carl Minnemann e bateria de Pedro Bessa.
Passeios pedestres continuam em setembro

A Câmara Municipal organiza passeios pedestres nos dias 10 e 24 de setembro, pelas 09h00, a partir do Jardim Stephens, na Marinha Grande. A participação é gratuita e não carece de inscrição prévia.

Estas iniciativas têm como objetivo fomentar a prática de estilos de vida saudáveis junto da população, impedindo o sedentarismo bem como as doenças que lhe estão associadas e incutir o gosto de fruição do meio natural deste território.

Em ambos os eventos, os caminhantes devem levar água e lanche. A Câmara Municipal aconselha ainda a utilização de vestuário e calçado confortáveis. Deve evitar-se a saída do trilho, respeitando as indicações do guia; não praticar atos que coloquem em risco a segurança de todos; não abandonar lixo; e promover o convívio e boa disposição durante o passeio.

Os próximos passeios pedestres realizam-se nas seguintes datas:

Concentração: Jardim Stephens (frente ao Museu do Vidro, Marinha Grande)
Hora: 09h00

10 de setembro
24 de setembro - inserido nas Jornadas Europeias do Património
8 de outubro
22 de outubro.
 
Setúbal
Atividades de observação de aves e de educação ambiental, palestras, workshops, fotografia e passeios de barco são destaques do ObservaNatura 2017, certame dedicado ao turismo ornitológico a realizar nos dias 15, 16 e 17, na Herdade da Mourisca, Setúbal.
A feira, com atividades centradas num recinto instalado próximo do Moinho de Maré da Mourisca, é organizada pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas/ Reserva Natural do Estuário do Sado e Troia Natura, com o apoio, entre outros, da Câmara Municipal de Setúbal.
O evento, realizado pelo nono ano consecutivo na região de Setúbal, é dedicado ao turismo ornitológico, uma modalidade do turismo de natureza com destaque para a observação de todo o tipo de aves, de forma direta, com recurso a binóculos ou ainda através de telescópios de campo.
O certame inclui os espaços “ObservaNatura”, reservado para a realização de workshops e comunicações, e “Educação Ambiental”, com atividades para as crianças, e uma área de stands, na qual marcam presença várias dezenas de expositores.
A possibilidade de contemplação de aves do Estuário do Sado, como flamingos, garças e colhereiros, é um dos atrativos do evento, que dispõe de um posto fixo de observação junto do Moinho de Maré da Mourisca, apetrechado com telescópios, binóculos e guias de campo. A atividade neste espaço, denominado “De Olho nas Aves”, é gratuita.
Novidade nesta edição é a oportunidade de observação de aves e contemplação da natureza a partir de observatório móvel, que, nos dias 16 e 17, opera na zona de salinas da Herdade da Mourisca. A atividade, igualmente de participação gratuita, é acompanhada de um guia.
Uma sessão de anilhagem de aves, uma das ferramentas mais utilizadas para estudar as migrações, é dinamizada no dia 17, das 08h30 às 12h30. As inscrições devem ser feitas até dia 13 através do endereço feira.observantaura@gmail.com ou, caso ainda exista disponibilidade, no próprio dia, no secretariado do evento.
A riqueza e as potencialidades naturais da Herdade da Mourisca são ainda exploradas com passeios de barco durante uma hora, com um custo de dez euros para adultos e de cinco para crianças dos 11 aos 15 anos. As partidas dos passeios decorrem a partir das 09h45 no dia 15, das 11h00 no dia 16 e das 12h00 a 17.
Junto do Moinho de Maré da Mourisca são dinamizadas outras atividades lúdicas, como batismos de stand up paddle, com possibilidade de visualização da fauna local de uma perspetiva diferente e inovadora. A atividade, paga, decorre no dia 16, a partir das 11h20, e no dia 17, às 12h10.
No âmbito da educação ambiental, são promovidos diversos workshops, de participação gratuita, incluindo uma atividade de ilustração, que procura dar conhecimentos para identificação de espécies de serpentes em Portugal, e outra de pintura de um vaso, seguido da plantação de um alecrim.
A IX Observanatura, de entrada gratuita, está aberta todos os dias a partir das 10h00, sendo que nos dois primeiros dias o recinto encerra às 19h00 e, no último, às 18h00.
 
Sintra
Noites de Música no MAT - Museu Anjos Teixeira
Azinhaga da Sardinha – Rio do Porto
16| sábado        
21h30 às 23h30
Grupo Coral Ardecoro  
Jornadas Europeias do Património
22 de Setembro
Às 10h
Atividade destinada ao público escolar
As cores e formas da natureza
O MAT – Museu Anjos Teixeira propõe um conjunto de duas atividades que pretendem chamar a atenção dos mais novos para a relação da natureza com a arte e o património material e imaterial.
22 de Setembro
Às 15h
Atividade destinada ao público em geral
Visita orientada às profissões dos Mestres
Nesta visita vai-se abordar a relação simbiótica entre as comunidades, os lugares e as tradições, que resultam num sentimento identitário e de pertença mostrando como o património e a natureza se cruzam nas suas mais variadas formas.
Noite nos Museus
23 |sábado        
21h30 às 23h30
O Enigma
Pequenos momentos dramatizados lançam pistas para a resolução do maior mistério da história do Museu. Integrado nas comemorações das Jornadas Europeias do Património
 
 

Mensagens populares