Sugestões à volta da música

Depois do sucesso da série, Soy Luna, no Disney Channel e da tournée de 2017, Soy Luna Live esgotada na América Latina, chega à Europa onde vai passar por várias cidades em 2018, incluindo Lisboa, no dia 20 de Janeiro.O espetáculo em Lisboa terá lugar no MEO Arena.
 Este concerto dará aos fãs europeus de Soy Luna a oportunidade de verem as suas estrelas favoritas, Karol Sevilla e Ruggero Pasquarelli (Luna e Matteo) a interpretarem muitos êxitos da série, ao vivo.
Estarão acompanhados por Valentina Zenere, Michael Ronda, Carolina Kopelioff, Katja Martínez, Malena Ratner, Chiara Parravicini, Jorge López, Ana Jara, Lionel Ferro e Gastón Vietto, uma equipa de enérgicos bailarinos e uma sensacional banda. O espetáculo Soy Luna Live vai cativar o público de toda a Europa, com cenários, coreografias e um guarda-roupa incríveis que farão com que seja um concerto e uma experiência imperdível para os fãs.
A tournée de Soy Luna começou no início deste ano na América Latina e esgotou no Chile, Uruguai, Paraguai, Equador, Colômbia e México.
A série alcançou inúmeros fãs em toda a Europa, Médio Oriente e África desde março de 2016. Só no território de EMEA, a primeira temporada da série conquistou 29 milhões de telespectadores. Para além do sucesso televisivo, a série é um êxito em livros, música, apps, revistas e produtos de consumo. A música de Soy Luna também é um sucesso: os álbuns lançados, Soy Luna e Música en Tí, já foram ouvidos mais de 32 milhões de vezes no Spotify, têm 205 milhões de visualizações no VEVO e ganharam discos de Platina e Ouro.
Ritch Sibthorpe, Managing Director da Disney Music Group EMEA, afirma: “Soy Luna ganhou uma legião de fãs em todo o mundo devido à combinação vencedora de música que fica no ouvido, drama, comédia e romance, tudo reunido num cenário apaixonante de patinagem. Trazer o espetáculo à Europa é um passo natural para que possamos criar experiências novas e significativas para os fãs da série."
 

PALCO COMÉDIA DO NOS ALIVE'17 APRESENTA CARTAZ COMPLETO
O Palco Comédia do NOS Alive’17 está de regresso ao Passeio Marítimo de Algés com um cartaz que reúne alguns dos melhores nomes da comédia atual. Daniel Sloss, Nilton, Salvador Martinha, Aldo Lima, Filomena Cautela, Hugo Sousa, Guilherme Geirinhas, Manos Duarte (Jel e Vasco), Carlos Coutinho Vilhena, Falta de Chá (Guilherme Duarte e Ricardo Cardoso), Manel Cardoso e Guilherme Fonseca são alguns dos nomes que sobem ao palco mais divertido do País.
O dia 06 de julho, dia de arranque do NOS Alive’17, vai receber em palco o britânico Daniel Sloss. O top stand-up comedian atingiu o estrelato logo na adolescência, tendo percorrido os maiores festivais de comédia e alguns dos grandes talk shows norte-americanos (Conan, The Late Late Show with Craig Ferguson). Com diversos espetáculos em nome próprio, Daniel Sloss estreia-se em Portugal com uma participação imperdível no NOS Alive’17. Neste mesmo dia sobe a palco o gigante Aldo Lima. A sua fama é indiscutível, bem como a sua capacidade para fazer rir. Um génio do stand-up que vai garantir momentos únicos no Palco Comédia. Para assegurar um cartaz ainda mais de luxo, o NOS Alive convidou também para dia 06 de julho Guilherme Geirinhas. Um mestre de fazer rir, não só pela presença no coletivo Bumerangue, como pelos seus fortíssimos sketches online que têm conquistado fãs a olhos vistos.
E porque rir nunca é demais, a este dia, junta-se a dupla Falta de Chá, composta por Guilherme Duarte e Ricardo Cardoso. O que lhes falta em comportamento sobra em humor. Guilherme e Ricardo investiram forte nos sketches online e o resultado é um país rendido. Se separados já são figuras de culto, em dupla arrasam. As talentosas e irreverentes imitações de Francisco Salema Garção vão também dar o ar da sua graça no Palco Comédia dia 06 de julho. Já a host deste primeiro dia será Melânia Gomes. Uma mulher de humor forte, que conquistou tudo e todos com as suas personagens que satirizam de forma única os costumes.
Dia 07 de julho não fica atrás e o cartaz volta a apresentar alguns dos mais fortes nomes da comédia. Nilton não deixa pedra sobre pedra. Com uma já longa carreira no humor fez de tudo um pouco e sempre com resultados impressionantes na rádio, televisão, livros e claro, as clássicas partidas telefónicas. Uma atuação a não perder no NOS Alive’17. Pelo Palco Comédia passa também neste dia Filomena Cautela. A conhecida cara da RTP promete dar um bom tratamento de humor aos festivaleiros. Conhecida pela sua inteligência e espontaneidade, o seu humor imprevisível vai deixar vontade de não desviar a atenção do palco.
Um cartaz que promete juntar a nata da comédia atual tem que contar com os Manos Duarte. Os manos são Jel e Vasco, famigerados criadores do programa “Vai Tudo Abaixo” e dos icónicos personagens “Homens da Luta”. Ao vivo, o seu humor não dá tréguas – quando um diz mata o outro diz esfola. Um stand-up act a não perder. Manuel Cardoso, mais uma estrela do coletivo “Bumerangue” que está a dar nas vistas em nome próprio, vai provar dia 07 de julho no NOS Alive’17 porque é um sério talento do humor. Ainda neste mesmo dia Carlos Pereira vai reunir os seus sketches e vídeos conhecidos através do comicalate.com e mostrar o seu humor único e característico. Quem não adora a Bumba na Fofinha? Pois é, a moderar o Palco Comédia no segundo dia do NOS Alive’17 está Mariana Cabral a autora desta fabulosa personagem fictícia.
O dia que encerra a 11.ª edição do NOS Alive, 08 de julho, não pode ficar atrás e por isso mesmo o alinhamento volta a arrasar. Salvador Martinha leva até ao Palco Comédia do NOS Alive’17 num show digno da The National Geographic, com todo o rigor científico e cómico possível, uma profunda análise das espécies raras que habitam os festivais de verão. Hugo Sousa, o homem do Porto, seguido de perto pelo país inteiro também pisa o palco neste mesmo dia. São vários os programas televisivos e espetáculos de stand-up como “Frenético” ou “On the Rocks” que fazem dele um humorista a não perder de vista.
Também neste dia junta-se ao cartaz do Palco Comédia Carlos Coutinho Vilhena. Celebrizou-se no coletivo Bumerangue e desde aí tem dado cartas com “Bon Vivant”, um conceito que o levou à SIC Radical e também aos palcos num formato stand-up. Guilherme Fonseca, outra das estrelas deste dia, está bem classificado para ser o tipo mais porreiro do Humor em Portugal. Passou pelo Curto Circuito na SIC Radical e colabora frequentemente com o Canal Q em formatos que mostram bem a sua versatilidade como guionista, apresentador e intérprete.
Não menos interessante é David Cristina que se junta igualmente ao cartaz deste dia. O humorista tem-se revelado um exímio contador de histórias e observador do quotidiano. É parte integrante dos Planeta Fluffen, uma banda musical cómica, e apresenta “Conta-me tudo”, formato televisivo onde figuras públicas partilham histórias de vida. Como host deste último dia, o Palco Comédia recebe a atriz Soraia Carrega, que fez um vistão no filme “Ruas Rivais.
PALCO CORETO BY ARRUADA JUNTA OS MELHORES PROJETOS NACIONAIS EMERGENTES NO NOS ALIVE'17
O Palco Coreto do NOS Alive tornou-se ao longo dos últimos anos um espaço de excelência, onde surgem novos projetos e conceitos na música portuguesa. Na 11.ª edição, este palco por onde já passaram nomes que hoje são indiscutivelmente talentos nacionais, conta com o selo de qualidade da Arruada. As abordagens são bastante diversificadas e percorrem caminhos entre a electrónica global, passando por indie e pop, até momentos afro ou profundamente intimistas.
“Enchufada na Zona” é o leitmotiv para o dia 06 de julho. O nome é o link com o homónimo programa na rádio britânica NTS, que conta com a chancela do português Branko (fundador da Enchufada e Buraka Som Sistema). Aqui a música electrónica global é mesmo o carimbo forte de toda a programação.
No dia seguinte, 07 de julho, é entregue ao universo feminino. As diferentes visões musicais, bem como apresentações diversas e em formatos distintos, incutem ao dia de sexta-feira uma personalidade muito própria da música portuguesa, sob o ponto de vista do olhar feminino.
A 08 de julho, o Coreto recebe a explanação máxima da diversidade da música portuguesa. Violas tocadas a velocidades escaldantes, canções pop com psicadelismo q.b. até ao afropunk numa viagem que começa em Algés e acaba na Ilha do Fogo (Cabo Verde).
 
PALCO NOS CLUBBING REVELA ALINHAMENTO DE DIA 08 DE JULHO
A 11.ª edição do NOS Alive continua a somar grandes nomes ao cartaz.  Dia 08 de julho, o Palco NOS Clubbing, ponto de paragem obrigatório do festival para quem gosta de dançar, irá contar com uma programação 100% nacional que reúne alguns dos mais fortes nomes na cena atual de dance music. Trikk, “10COTEXAS” The Discotexas Band (Moullinex, Xinobi, Da Chick), Switchdance, Mike El Nite, Marvel Lima, Mr. Herbert Quain, GPU Panic e Ghost Wavvves, são os nomes que compõem o alinhamento do Palco NOS Clubbing, no último dia do festival. Uma curadoria assinada pela Match Attack.
 
A programação apresentada para dia 08 de julho foi cuidadosamente desenhada a pensar nos fãs deste palco, que é hoje local de peregrinação obrigatória dos adeptos de música eletrónica. Desta forma, cada um dos atos que nesse dia sobem a palco, foram única e exclusivamente preparados para o NOS Alive’17.
 
No último dia do festival, o Palco NOS Clubbing encerra com Trikk, mais um dos grandes motivos de orgulho dentro da cena eletrónica portuguesa, ainda que tivesse que vingar lá fora antes de ser falado cá dentro. Com passagem por Londres e agora sediado em Berlim, Trikk é um dos nomes fortes da editora Innervisions, tendo editado o EP “Florista” no final de 2016. Para dar fogo à casa sobe a palco nesta noite Switchdance. Marco Antão é DJ residente no Lux Frágil e traz consigo uma perspetiva única e uma paleta musical diversificada com o objetivo final de desafiar o público. Switchdance revela-se como um dos talentos mais promissores a sair de Portugal em décadas.
 
“10Cotexas”, The Discotexas Band é uma das grandes atrações desta noite no Palco NOS Clubbing. O projeto the Moullinex e Xinobi, e mais recentemente de Da Chick, celebra 10 anos de união e prometem uma festa constante, como comemoração. “Family Affair”, o primeiro original da The Discotexas Band, é uma síntese musicada dos 10 anos de Discotexas e que inaugura também a compilação 10cotexas que celebra este aniversário tão importante para Moullinex, Xinobi e Da Chick que conceberam a banda para tocar o catálogo da editora, na velha tradição da Motown e Salsoul.
 
Como representante dos sons mais ligados ao hip hop marca presença nesse dia Mike El Nite. Aliado ao produtor Dwarf, o rapper não se acanha de desenterrar os guilty pleasures portugueses do passado e de voltar a apresentá-los sob uma lente contemporânea. A renúncia do lado formulaico do trap da dupla no álbum, fez com que “O Justiceiro”, o primeiro LP de Mike El Nite, tivesse impacto no panorama do hip hop português. A sonoridade, aliada à habilidade lírica, sempre tingida de um lado interventivo, resultou num dos grandes lançamentos de 2016, aclamado pela crítica e considerado por algumas rádios nacionais como um dos álbuns nacionais do ano.
 
Outra das confirmações para este dia, é o quinteto Marvel Lima, oriundo de Beja, e composto por José Penacho, Diogo Vargas, Luís Estanque, João Romão e Diogo Marques. O álbum de estreia da banda foi lançado no final de 2016 e este espelha a identidade do grupo de forma coesa e cheia de dinamismo, com muito groove à mistura. Entre vozes, percussões, sintetizadores, guitarras, baixo e bateria, este projeto recria a ambiência distorcida de uma viagem temporal entre os anos originais do rock psicadélico e a música contemporânea de hoje, com um forte tempero mediterrâneo e assumida influência latina.
 
Mr. Herbert Quain, nome de palco de Manuel Bogalheiro, junta-se ao cartaz do Palco NOS Clubbing no dia 08 de julho. Uma das mais auspiciosas estreias dos últimos anos, “How I learned to stop worrying and start loving the waiting”, editado em 2012, é um trabalho de resgate notório, em que os primórdios de Hollywood são evocados através da estética granulada e uma minuciosa técnica de sampling e micro- sampling. O responsável por este sucesso, lançou desde então mais um LP em 2014, “Forgetting is a Liability” e apresentou o seu live act em palcos como o LUX Frágil, Musicbox Lisboa, Indústria, Plano B e o RBMA Boiler Room Lisbon.
 
Mas há mais para este dia e a aquecer o palco estará Guilherme Tomé Ribeiro, com um live assinado pelo seu nome de palco GPU Panic. O seu primeiro EP, “GPU Panic”, explora texturas eletrónicas num ambiente nostálgico e enigmático, onde, por vezes, a voz ao fundo conduz a música e funde-se com os sintetizadores, basslines e beats que guiam o público ao longo de três curtas viagens. Guilherme marcou presença na edição deste ano da Red Bull Music Academy que decorreu em Montreal, onde estreou na RBMA Radio o primeiro single "Tanger" e atuou pela primeira vez como GPU Panic, numa noite que contou com a presença de nomes como Suzane Cianni, Veronica Vasicka e Kaitlyn Aurelia Smith.
 
​Como responsável pela abertura do Palco NOS Clubbing, dia 08 de julho, está Ghost Wavvves, com um live que vai levar o público a viajar ao seu mundo virtual. Desde que descobriu este mundo a escuridão alastrou-se pela região e cada dia traz peculiares novas revelações. Até aqui, com quatro EP’s publicados, diversas colaborações e singles espalhados pela net, as suas aventuras sónicas têm sido uma exploração sem paragens. O seu talento singular fez dele um dos alunos na Red Bull Music Academy Montreal de 2016.

Mensagens populares