Ciclo Turismo em França – Bordéus



Existem inúmeras razões para visitar Bordéus este ano. Não é fácil enumerar todas, por isso ficam aqui somente algumas sugestões. Desafie-se e vá até lá, essa é a melhor forma de conhecer este destino que foi colocado em destaque este ano, pelo turismo francês e de que se falou na Mediatour Francia 2016.

Prevê-se que nos próximos anos se realizem bastantes esforços de recuperação da cidade, declarada Património Mundial da UNESCO em 2007, para que possa recuperar o glamour característico do século XVIII. Para já, em 2017, está prevista a inauguração da LGV em 2017, unindo assim esta cidade à capital, Paris, em 2 horas e 5 minutos.

O estilo de vida na cidade é muito agradável com terraços em cada esquina, bares, lojas de grife, parque de skate e uma invasão de neo- bistrôs da moda. É que por aqui não há tempo para o tédio, graças a uma agenda cultural bastante preenchida e que passa por exposições, concertos, leituras, performances e artes de rua.

Mas este ano promete ser especial pois em junho será a inauguração da Cité du Vin, um lugar único de descoberta e experiências. E será certamente um ano muito especial para a décima edição do Bordéus Fête le Vin (23-26 junho 2016) onde se espera cerca 700.000 visitantes.

Assim, em junho, um mundo de culturas vai abrir as suas portas aos visitantes. Este edifício que é o resultado do trabalho de Anouk Legendre e Nicolas Desmazières apresenta-se com suas curvas ousadas pretendendo invocar o vinho que gira dentro do copo ou simplesmente o pé da videira, retorcida. Podendo-se considerar a a meio caminho entre um museu e um parque temático, a Cité du Vin estará distribuída por 10 andares, onde se podem encontrar espaços para oficinas de degustação bem como um espaço multissensorial, único no seu género. Aqui, sob uma tela de 360 °, jogos de sons, luzes e aromas convidam para uma degustação em várias dimensões. Haverá ainda um bar de vinhos do mundo, um bar de tapas e uma adega de 600 m2 e Uma biblioteca monumental poderá conter mais de 9.000 garrafas.

Mas as Cité du Vin será somente o ponto de partida para muitas outras iniciativas. Exposições e atividades de arte vão marcar os dias, culminando com um show todas as noites de projeção de imagens nas fachadas da Place de la Bourse e fogo-de-artifício.

Para ajudar a celebrar foram convidados 10 convidados especiais. Assim, Bilbao, Cidade do Cabo, Mainz, Mendoza, Porto, San Francisco e Valparaíso. Bruxelas, Hong Kong e Quebec, vão também estar presentes este ano em Bordéus.


Para além dos vinhos, não nos podemos esquecer que Bordéus vai ser a cidade acolhedora do EURO 2016. Foi construído um novo estádio onde se vão realizar 5 jogos, que foi inaugurado na Primavera de 2015 e que tem uma capacidade para 42.000 pessoas sentadas. Para quem não for ao estádio, vai ser criada uma área de acesso gratuito e com capacidade para cerca de 60.000 fãs na Esplanada des Quinconces. Todos os jogos vão ser transmitidos num ecrã gigante.


Esta cidade francesa possui 1.810 hectares de Património e 347 edifícios de interesse histórico. O centro pode ser visitado a pé ou de bicicleta. Alguns pontos de interesse a conhecer por aqui: a norte, o distrito de Chartrons onde fica o antigo reduto de comerciantes de vinho que se tornou um centro de lojas de antiguidades e design. No Bairro de “Grands Hommes” também conhecido como " Triângulo " ficam as lojas de luxo, mansões e do majestoso Grand Théâtre. Já a parte velha da cidade é um paraíso por causa das suas praças e ruas pedonais bem como pelos restaurantes de excelente qualidade. A curta distância encontra-se Pey Berland e os seus 3 monumentos inscritos na UNESCO: a torre de mesmo nome, um magnífico ponto de vista, a Catedral de Saint- André e do Palais Rohan, atual Câmara Municipal.


Sabia que em poucos anos, Bordéus emergiu como o destino de moda para os fanáticos dos cruzeiros? É verdade! Por exemplo no ano passado, 35 navios de cruzeiro ancoraram no Port de la Lune. Esta cidade encantadora é considerada muito importante para a realização de cruzeiros no rio. Por aqui operam vários especialistas neste produto turístico.

Por terra e para quem pensar andar de transportes públicos, foi criado o City Pass que permite o acesso a locais de interesse e serviços essenciais na cidade como o livre acesso a mais 20 museus e monumentos, transporte público urbano, Livre TBC (elétrico, autocarro, shuttle rio " BatCub "), visita panorâmica gratuita em autocarro de dois andares e descontos em passeios pelos vinhedos, cruzeiros fluviais, atividades de lazer, etc.

Em 2015, Bordéus foi colocada no top 10 cidades com mais ciclovias no mundo, com seus 163 km de ciclovias e 11.700 self-service VCub. Existem sete itinerários (de 6,5 a 33 km) para explorar na cidade.

Bordéus tem 29.000 hectares de paisagem natural. Na cidade, destaque para o Parc Bordelais em Cauderan, os jardins públicos do Parc Palmer Cenon ou do Jardim Botânico Bastide. A norte da cidade, o Parc des Jalles é o pulmão verde da metrópole. A não perder, as grutas artificiais Parc de Majolan em Blanquefort.

Na margem direita, o Parc des Coteaux que liga Bassens, Lormont, Cenon e Floirac e que oferece mais de 25 km de trilhas para caminhadas e vistas excecionais da Garonne.

Mas por aqui existe muito mais para oferecer aos visitantes, o destino aposta forte este ano em várias vertentes: gastronomia, vida noturna e compras são algumas opções mas o turismo de negócios e o golfe não foram esquecidos.

Esta cidade viva, conjuga harmoniosamente o passado histórico com o urbanismo moderno estando preparada para receber os mais variados tipos de visitantes.

Comentários