O melhor por do sol do mundo



O melhor por do sol no mundo é aquele em que se nos sentimos tão bem que apesar do calor que se entranha na pele não se consegue evitar um friozinho de emoção que estende por todo o lado, chegando mesmo ao fundo da alma.

Como escolher o melhor por do sol? Depende, por vezes até em casa, da nossa janela, conseguimos sentir este momento mágico, no entanto é raro pois só é possível quando sobra um pouco de tempo para apreciar esta dadiva da natureza.

A melhor forma de apreciar um por do sol inesquecível é escolher um destino de férias igualmente memorável. África, Brasil ou Colômbia são exemplos de locais excelentes para viver o seu melhor por do sol mas não são exclusivos, de facto, por todo o mundo, com as mais diversas paisagens, é possível ver o dia a chegar ao fim, aos bocadinhos, de forma muito suave, quase a medo.

Confesso que não consigo escolher o meu melhor por do sol do mundo pois todos eles me fizeram viver momentos especiais, de silêncio e plena comunhão com a natureza. Todos diferentes, todos iguais, cada por do sol é único e nunca mais se repete.

A ilha do Sal em Cabo verde é um bom local para ver um magnífico por do sol, fique pela praia, o que não é mesmo nada difícil e aproveite o final de dia tranquilo. Aos poucos a noite vai chegando, de uma forma muito sossegada. O silêncio instala-se à medida que a praia fica quase deserta, o céu cobre-se de tonalidades rosa prometendo um novo dia cheio de calor, depois o rosa vai dando lugar aos amarelos, que são transformados em tons de cinza e negro. O sol desaparece por entre os coqueiros, criando uma paisagem tradicional dos filmes em África. O calor mantem-se, a temperatura é constante e amena. Apetece ficar na praia para sempre, esperar junto ao mar pelo nascer do novo dia.



 

Continuando por Cabo Verde, Santiago, cidade da Praia, também é um bom sitio para apreciar um inesquecível final de dia. Escolha uma explanada de um hotel com vista para o mar e deixe-se levar pelo suave embalar do mar lá mais ao fundo. Com as vozes das pessoas que conversam nas outras mesas a servir de embalo aproveite e desfrute de uma bebida bem fresca enquanto os últimos raios de sol acariciam a sua pele. Num instante o amarelo, a cinza e o negro dançam criando no mar um espelho que reflete a paisagem rochosa. É altura de fechar os olhos por segundos e de se deixar levar.



 

O Kruger Park na Africa do Sul é outro local onde o por do sol é mágico. À medida que o sol se põe os barulhos dos animais ao longe vão mudando. Sente-se no ar a natureza viva. Os nossos sentidos continuam alerta enquanto se aprecia os sons que nos chegam vindos de todo o lado e procuramos desvendar de que animais se trata. Na realidade ouvimos mais do que vimos e a curiosidade mantem-nos alerta.

 
Em Moçambique existem vários locais para apreciar o por do sol. Se estiver na cidade escolha um ponto bastante elevado, como por exemplo um topo de um edifício. Lá em cima é possível ter uma bela panorâmica sobre a cidade, observar as gruas, que balizam o crescimento económico, paradas já à espera de um novo dia. Lá em cima o por do sol é citadino, pleno de movimento. Por momentos esquecemos que estamos em Maputo e achamos que estamos no topo de um edifício de uma qualquer cidade na Europa, no entanto o calor e o cheiro não nos deixam eludir por muito mais tempo, sem dúvida que estamos em Africa. A outra visão de por do sol de tirar a respiração é na praia, Bazaruto é uma excelente opção para um por do sol terno e quente. Aqui tem tudo o que é preciso: mar, calor, cores maravilhosas, areia, palmeiras e até barcos a navegar quase na linha do horizonte. Este é um dos momentos mais silenciosos e tranquilos do dia, quando o dia se prepara para ir descansar, dando lugar à noite que trás consigo outros tons e outros sons.    






 

Na Colômbia o por do sol é muito quente e a praia é mais uma vez um local obrigatório para ficar a ver o dia a partir.  As palhotas dentro de água criam uma paisagem excelente para umas fotos mas na realidade podem ter outra função muito mais prática. Aproveite para dar um mergulho e leve uma bebida para dentro de água, se quiser tem um local seguro para deixar o copo. A temperatura não varia muito do dia para a noite e o mar não é batido por isso veja o por do sol enquanto toma banho e depois de anoitecer deixe-se ficar por lá, garantidamente que não vai ter frio. Os azuis e os rosas fundem-se com os cinzas dando lugar mais uma vez aos tons escuros, negros da noite. A natureza prepara-se para descansar do dia intenso de sol mas o frio não se faz sentir por aqui.


 

O Brasil é um país muito vasto e grandioso onde a natureza capricha para surpreender com a sua variedade. Na selva amazónica é possível ver o por do sol com os tons mais fortes e brilhantes do que alguma vez imaginou. Numa pequena jangada de índio, a navegar no Rio Negro, o por do sol tira a respiração a qualquer pessoa. Os sons que chegam da selva vão acalmando à medida que o sol desaparece no horizonte e quando anoitece é possível ver pelas margens vários pequenos pontos brilhantes, olhos vivos que nos observam no escuro. A força da selva está a repousar, fortalecendo-se enquanto aguarda pelo próximo nascer do dia.  

 

Em Salvador da Bahia o ideal é ver o por do sol na cidade e na praia. A receita tradicional nunca falha, se estiver na cidade escolha um ponto alto com vista para o mar e disfrute da paisagem náutica, citadina. Se estiver na praia a tranquilidade é garantida, feche os olhos e ouça só as ondas do mar a percorrer a sua mente. Abra os olhos devagarinho e deixe-se levar.


 

Em João Pessoa, na Praia do Jacaré, no nordeste do Brasil vive-se o por do sol mais vibrante de todos. Todos os dias na praia fluvial do Jacaré, o saxofonista "Jurady do Sax" toca no seu saxofone o “Bolero” de Ravel. O espetáculo começa pelas 17h sendo obrigatório chegar cedo para conseguir uma boa mesa. É que este espetáculo visual e musical atrai muitos moradores e turistas que enchem por completo todos os bares localizados na beira-rio alimentando também uma vasta zona comercial. Ouvir esta música maravilhosa, enquanto o sol se põe no horizonte é de tirar o folego.



 

No entanto, para mim, nada é mais mágico do que um por do sol dentro de um avião, navegando por cima das nuvens, vendo a natureza ali mesmo ao lado, só separados pelo vidro da janela do airbus que nos leva ao nosso destino.
 

Comentários